Depois de Você (Me Before You #2) - Jojo Moyes

Título Original: After You
Autor (a): Jojo Moyes
Data de Publicação: 2016
Número de Páginas:320
Série: Me Before You #2
Editora: Intrínseca
Classificação: 









Como Eu Era Antes de Você é um dos meus livros favoritos da vida. Não importa se o final me fez chorar e me deixou indignada, porque só podia ser daquele jeito e qualquer desfecho diferente tornaria a história incoerente. Então, com o coração arrasado terminei de ler a história de Lou e Will e segui em frente com a minha vida.

Entretanto, a Jojo Moyes decidiu que o livro precisava de uma continuação. Confesso ser muito, muito chata com essa ideia de fazer continuação de uma história que teve um ponto final e quando o livro é especial pra mim eu me mostro ainda mais chata e mais exigente. Então, Depois de Você foi lançado e lembro de ter falado no Twitter que iria lê-lo nem que fosse para poder falar mal dele com propriedade e aqui estou eu, infelizmente.

Em primeiro lugar se você não leu Como Eu Era Antes de Você pode ir parando por aqui porque os spoilers vão correr soltos.

Depois de Você não precisava ter acontecido. Essa frase é radical demais para você? Imagine para mim que amei com todas as minhas forças o seu antecessor. Mas não há como dizer de outra forma quando uma história é tão incrivelmente escrita e sua continuação é uma leitura arrastada e na qual você passa a maior parte do tempo tentando entender qual era o intuito da autora ao escrevê-la.

Não consegui reconhecer a Lou. É claro que todo o sofrimento pela perda de Will a transformou, mas não havia mais nada dela. Depois de Você poderia ser um outro livro porque a Lou não era mais ela, nadinha. Foi como se uma outra personagem tivesse sido construída e colocada na história. Tentei sem compreensiva e ver pelo lado do sofrimento e da dor, senti que ela provavelmente passaria por uma mudança, uma evolução e isso realmente aconteceu. Menos mal. Mas ainda assim uma vozinha dentro da minha cabeça ficava repetindo: "essa não é a Lou, era melhor ter deixado quieto mesmo".

Vários novos personagens foram introduzidos e também pude rever alguns do primeiro livro. Uma certa adolescente, que eu não posso explicar exatamente quem é, foi a pedra no meu sapato e um dos fortes motivos para minha leitura ter se arrastado tanto. Ela se apossou do apartamento de Lou, ia e vinha quando queria, não dava explicações sobre o que fazia, levava desconhecidos para o apartamento, mexia nas coisas de Lou e ficava chateada se ela reclamasse. Lou achava que tinha obrigações com a garota e parou toda a sua vida por isso, abriu mão de um futuro promissor e de um recomeço que lhe faria bem. 

Quase no final entendemos um pouco das ações da adolescente e de seu jeito rebelde de ser, mas também temos a certeza de que boa parte de suas atitudes foram fruto de sua personalidade insuportável mesmo. O ponto positivo do aparecimento dessa personagem é que ela conseguiu tirar Lou da inércia em que ela se encontrava.

A narrativa e o enredo foram os outros pontos negativos. Como falei logo no início, a história tinha um ritmo muito lento e durante boa parte da leitura fiquei tentando entender qual era a intenção da autora e para onde ela estava querendo ir e levar Lou. As páginas iam passando e nada acontecia, era só aquele marasmo do dia a dia mesmo. As coisas só começaram a ficar um pouquinho interessantes quase no final e aí o livro terminou.

Apesar de todas essas críticas a história não teve apenas pontos negativos. Foi muito interessante ver a recuperação gradual de Lou depois da morte de Will. Seria artificial demais se ela ficasse bem logo nas primeiras páginas, não seria nada condizente com a relação que eles tiveram. Aos poucos e com a ajuda de algumas pessoas e um grupo de apoio muito especial ela foi deixando a culpa de lado e recuperando a vontade de viver.

E como não podia faltar o amor surgiu na vida dela novamente. Foi algo doce, romântico, intenso e verdadeiro. Na minha opinião foi sem sombra de dúvida a melhor parte do livro, apesar de ter tido pouco espaço na história.

Depois de Você foi minha primeira decepção de 2016 e apesar de decidir dar três estrelinhas para o livro (mais por uma questão emocional do que por ele realmente merecer) continuo achando a sua existência desnecessária. Entretanto existem inúmeras resenhas por aí elogiando-o. Meu conselho é: vá sem nenhuma expectativa, esqueça boa parte dos sentimentos que Como Eu Era Antes de Você trouxe em suas páginas e tente aproveitar a nova vida de Lou.

1 comentários:

  1. Aaah, Caline, que tristeza!
    Fico triste de ouvir isso sobre Depois de Você.
    Não li ainda, mas estou querendo muito, mais pela curiosidade do que qualquer outra coisa.
    Poxa, a Lou era incrível! Não queria que ela mudasse tanto de personalidade.
    :(
    E eu amooooooooooooo o primeiro livro, é um dos mais incríveis da vida. Só de ver o trailer já estou chorando, hahaha.
    Quando eu ler, te conto o que achei.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.