O Ladrão de Raios - Rick Riordan (Percy Jackson e os Olimpianos, v.1)

Título Original: The lightning thief - 2009

Quem nunca desejou ter super poderes, ser filho de um deus e um super-herói? O problema é quando todos esses desejos tornam-se realidade e trazem com eles o lado complicado e perigoso de ser poderoso: os desafios, os problemas, os monstros e tudo mais de ruim que se possa imaginar.

Se você pensar em todas essas coisas que eu falei e imaginá-las acontecendo a alguém, então eu posso afirmar que vocês já conhecem Percy Jackson, um garoto semi-deus, filho de Poseidon e com grandes propensões a virar o Monte Olimpo de cabeça para baixo e deixar muitos deuses no chinelo.

Percy tem 12 anos e está prestes a ser expulso do colégio... de novo. Não importa o quanto ele tente ficar longe de problemas, as coisas sempre parecem dar errado quando ele está por perto. As coisas mais estranhas acontecem apenas com ele e tudo parece não ter muito sentido.

Mas quando seu professor de latim o ajuda a derrotar a professora de álgebra que se tranformou em monstro e tentou matá-lo, Percy percebe que as coisas são bem piores do que ele imaginava. Ele logo descobre que é um semi-deus e que os deuses gregos estão vivos e morando no monte Olimpo no topo do Edifício Empire State.

De repente as criaturas míticas dos livros de mitologia grega começam a perseguí-lo e com a ajuda de seu amigo Grover, um sátiro, ele consegue fugir e chegar até a Colina Meio-Sangue, um refúgio e local de treinamento para os semi-deuses.

Mas as aventuras de Percy estão longe de acabar, ele é acusado de roubar o raio mestre de Zeus. Percy tem apenas dez dias para encontrar e devolver o raio a Zeus, evitando uma guerra de proporções mitológicas no Monte Olimpo que podem trazer consequências devastadoras.

Em uma viagem ousada da Colina Meio-Sangue até a casa de Hades no submundo em Los Angeles, Percy e seus amigos Grover e Annabeth, filha de Atena, enfrentarão uma série de monstros e inimigos determinados a impedí-los de chegar até o fim da missão.

Comecei o livro pensando de forma quase irredutível que iria detestá-lo, que essa história de semi-deus se metendo em encrencas e pronto a salvar o mundo do caos não fazia meu estilo de leitura, para mim as várias aventuras de Hércules já eram o suficiente, fora é claro as várias comparações com Harry Potter que eu nunca li, nunca assisti e nunca tive vontade de me corrigir em relação a isso (fãs de HP, não me crucifiquem, please!). Mas tenho que admitir que me rendi completamente as aventuras de Percy Jackson assim que li as primeiras linhas.

A narrativa é ágil, repleta de ação e mantém um ritmo acelerado até o final. Uma vez que me envolvi na trama nem vi as páginas passarem.

Enfim, O Ladrão de Raios é uma leitura rápida, fácil e divertida, que flui bem e deixa um gostinho de quero mais, tanto que o próximo volume (Mar de Monstros) já foi tomado das mãos do meu namorado e está aguardando na minha estante.

P.S.: As aventuras de Percy me ajudaram a entender o meu medo quase incontrolável de escuro:

Annabeth estava no meio da leitura sobre o equipamento de construção usado para
erigir o Arco, mas deu uma olhada.
- Sim?
- Bem, Hades...
Grover pigarreou.
- Estamos em local público... Você quer dizer, o nosso amigo do andar de baixo?
- Ahn, certo – falei. – Nosso amigo do andar muito de baixo. Ele não tem um chapéu
como o de Annabeth?
- Você quer dizer o Elmo das Trevas – disse Annabeth. – Sim, é seu símbolo de poder.
Eu o vi junto ao assento dele durante a assembléia do solstício de inverno.
- Ele estava lá? – perguntei.Ela assentiu.
- É a única ocasião em que ele tem permissão de visitar o Olimpo – o dia mais escuro do
ano. Mas, se o que ouvi é verdade, o elmo é muito mais poderoso que meu boné da
invisibilidade...
- Permite que ele se transforme em trevas – confirmou Grover. – Ele pode se fundir com
as sombras ou passar através de paredes. Não pode ser tocado nem visto nem ouvido. E
pode irradiar um medo tão intenso que é capaz de enlouquecer você, ou fazer seu
coração parar de bater. Por que acha que todas as criaturas racionais têm medo do
escuro?

3 comentários:

  1. Ei Caline,

    Eu amo a série, este primeiro livro é muito engraçado tbm, tinha momentos que eu morria de rir, que bom que vc gostou :)

    Ahhh, HP é indispensável!! Como assim? rsrsrs

    beijoo

    ResponderExcluir
  2. OiÊ!
    Ahhh eu adorei o Percy! Eu tbm roubei o 2º livro do meu irmão, será minha proxima leitura.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu gostaria de continuar a ler o livro sabe, mas você tem prioridade ^^

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.