Amor em Jogo - Simone Elkeles

Título Original: Wild Cards
Autor (a): Simone Elkeles
Data de Publicação: 2014
Número de Páginas: 360
Editora: Globo Livros
Série: Wild Cards #1
Classificação: 

Ashtyn Parker já está acostumada a ser abandonada, e aprendeu a não se deixar envolver demais em nenhum relacionamento. Quando sua irmã mais velha volta para casa, depois de dez anos, com um enteado a tiracolo, ela não quer saber de nenhum dos dois. O que Ashtyn não esperava é que o tal garoto mal-encarado e sem nenhum limite seria também... Irresistível.
Depois de ser expulso do colégio interno em que estudava, Derek Fitzpatrick não teve outra escolha senão ir morar com a esposa de vinte e poucos anos de seu pai, que está viajando pela Marinha. Além de ter que aturar a madrasta, ele recebe a notícia de será obrigado a se mudar da Califórnia para sua cidade natal, Illinois. A vida não tinha mesmo como ficar pior...
Para azar – ou sorte!? – de Ashtyn e Derek, o destino ainda guarda mais uma reviravolta na manga. Mesmo com hábitos, ideias e sonhos completamente opostos, um desejo incontrolável surge entre os dois e, juntos, eles enfrentarão o desafio de vencer os preconceitos e os tabus da cidade em que vivem, além de seus próprios medos, para se entregarem completamente a uma paixão avassaladora.

Simone Elkeles faz parte de uma pequena lista de escritores que me conquistaram com apenas um livro. Química Perfeita é meu queridinho, o top na minha lista de favoritos. Depois dele eu tive a certeza de que leria qualquer coisa que a autora escrevesse, então dá para imaginar o quanto fiquei eufórica ao saber que outro livro dela seria lançado no Brasil.

Amor em Jogo é o primeiro livro da série Wild Cards. Desejei esse livro durante semanas e quando enfim tive ele em mãos, comecei a leitura cheia de expectativas. Estava pronta para me apaixonar novamente, mas apesar de ter gostado e curtido bastante a leitura, Amor em Jogo não era o que eu esperava que fosse e infelizmente ele não estará ao lado de Química Perfeita na minha prateleira de favoritos. Enquanto lia e essa certeza foi se firmando dentro de mim, não posso negar que senti uma pontinha de tristeza.

A história é contada do ponto de vista dos dois protagonistas: Derek e Ashtyn. A narrativa de Simone como sempre é maravilhosa, ela nos fornece uma perspectiva masculina e feminina da história, é um dos melhores traços da escrita da autora. A transição de um capítulo para o outro é impecável e mesmo que não existisse o nome do narrador no topo da página você saberia quem estava falando, porque a personalidade dos dois foi muito bem estruturada, a "voz" de cada um era muito clara. Os diálogos entre eles eram divertidos, carregados de ironia, provocação e segundas intenções, nesses momentos eu sentia todo potencial que a história tinha.

Derek era o bad boy sarcástico, sexy e com o coração cheio de mágoas, enquanto Ashtyn era a jogadora de futebol americano, independente, durona e sensível, que também carregava no coração algumas mágoas e decepções. Foi interessante conhecer a história pelo ponto de vista dos dois, mas eu sempre ficava na expectativa pelo capítulo onde Derek seria o narrador. A autora tentou retratar Ashtyn como uma garota resistente, com o coração fechado para o amor e que não confiava nas pessoas, mas apesar de gostar de personagens femininas de personalidade forte, muitas vezes me irritei com suas atitudes passionais. Ela se deixava levar facilmente pela emoção e algumas de suas ações pareciam birra de criança. Derek, apesar de ser um pouco rebelde, era sincero, ia direto ao ponto e não deixava que ninguém lhe dissesse o que fazer.

Derek e Ashtyn tinham uma química incrível e eram tão opostos que ficavam perfeitos juntos. Entretanto, o romance não foi tudo aquilo que eu havia esperado. Sei quando um livro me conquistou para valer quando as cenas românticas mexem com as minhas emoções e eu sinto aquele friozinho na barriga de expectativa e empolgação, mas nesse livro faltou esse elemento mágico que realmente cativa. Eles tiveram momentos lindos juntos, mas minha conexão com eles e com seus sentimentos não aconteceu. Além disso, tudo aconteceu rápido demais e essa história de amor instantâneo não funciona bem comigo.

Apesar da quota de deficiências é impossível não amar a escrita de Simone Elkeles. A autora é fantástica ao retratar de forma sincera e real a vida de seus personagens, os dramas que eles estão vivendo, as alegrias e tristezas, as dificuldades e conquistas. Seus personagens são adolescentes à beira da vida adulta, tentando lidar com questões complexas como pressões familiares, amor e amizade.

Amor em Jogo pode não ter sido o livro que eu esperava, mas mesmo com todos os defeitos foi uma leitura apaixonante. Simone tem uma escrita primorosa, suas palavras são mágicas, sua narrativa é sutil, envolvente, cativante e ela continua sendo uma das minhas autora favoritas.

12 comentários:

  1. Oi Caline, tudo bem?

    Te entendo completamente. Eu adorei esse livro, mas não como os outros que li da autora. Os outros três que li são puro drama e emoção, já esse é mais levinho e fofinho, então ele também não entrou para a minha lista de favoritos, mesmo que eu o tenha amado.

    Beijos,

    Pah - Livros & Fuxicos

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bom?
    Sou muito fã da Simone, adoro os livros dela, esse eu ainda não li, por isso li a resenha por cima, comprei ele ontem, agora só falta ele chegar!
    Os livros da série perfect chemistry são incriveis! Sou apaixonada pelos irmãos Fuentes hahaha
    Beijos, lá no blog saiu a resenha de um livro dela também, confira: http://umlivronaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Assim que vi a capa desse livro pela primeira vez não tinha me interessado nadinha por ele, até porque nunca li nada da autora. Mas aí vi uma resenha bastante positiva (não lembro de quem :/) e logo o inseri na minha lista de desejados. Ok que ele não foi exatamente o que você esperava, mas isso porque você esperava alguma coisa, conhecia o estilo da autora e tal. Como eu não tenho nada para comparar, creio que irei gostar - na verdade, assim espero. *-*
    Beijinhos, Caline :**

    Brunna Carolinne - My Favorite Book - @MFBook
    myfavoritebook-mfb.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Caline! Eu sempre quis ler Química Perfeita, mas infelizmente não acho o livro em lugar nenhum, assim acabei ganhando este de aniversário e vou conhecer o trabalho da autora por ele, fico feliz em saber que sua narrativa é tão boa e mesmo com ressalvas, a leitura tenha sido envolvente. Como é série, tomara que a editora lance o próximo logo.


    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Oie,
    o único que li da autora foi Química perfeita e gostei bastante, então acho que leria esta tb, mesmo que parecendo um pouco fora do meu estilo.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Caline =)

    Química Perfeita é um dos livros que pretendo ler este ano, e apesar de não ter ainda o lido, estou amando a autora já, por tantos comentários positivos. Pena que Amor em Jogo não chega aos pés do outro livro, mas mesmo assim parece ser uma boa leitura. Assim que puder quero ler os dois livros e virar fã da autora também.

    ÓTima resenha =)

    Beijos,
    Livy
    No Mundo dos Livros

    ResponderExcluir
  7. Oi Caline,
    Nunca li nada da Simone Elkeles, mas sempre tive curiosidade. Já vi diversos comentários sobre esse livro e a maioria bem positivo.
    Gosto da premissa, dessa diferença gritante entre os personagens que acaba por juntá-los. Entretanto, imagino que essa questão do romance não ser apressado possa pegar um pouco comigo também, rs.
    Enfim, adorei a resenha e espero poder ler o livro em breve!
    Beijos,
    Ká Andrade
    http://teens-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Caline!
    Preciso ler algum livro dessa autora. Ela parece ter uma escrita envolvente mesmo.
    Acredito que este livro não tenha entrado para a sua lista de favoritos porque você estava muito ansiosa. Mas fico feliz que, no geral, ainda tenha gostado.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  9. Ahh Semana passada eu consegui o marcador desse livro, mas nem conhecia direito. Curti sua resenha ;)
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Ahhh, eu também fiquei super fã da autora depois de Química Perfeita. Adoro aquele livro! Foi um dos meus prediletos de 2012.
    Acho que a gente meio que fica esperando que algo se iguale, e não acho que acontecerá. Pena que esse não foi tão bom. E que joia que li sua resenha antes porque estava prestes a comprar. ahauhauha
    Meu medido de livro é parecido com o seu. Se as cenas românticas funcionam, então eu acho um máximo. Se não, entorto a boca e termino porque preciso.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Heey!

    Já ouvi falar de Química perfeita, mas não o li. Os elogios sobre a autora, porém, são muitos; e tenho curiosidade em ler alguma de suas obras. Uma pena que você não sentiu uma conexão com o casal :/ espero que o mesmo não aconteça comigo!

    Beijinhos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Nossa, já eu tive uma sensação totalmente diferente da sua. Eu senti o friozinho na barriga e achei o romance muito bem construído, aos pouquinhos (e, bem, quando pegou, foi de verdade). Eu ainda não li Química Perfeita, talvez isso tenha ajudado a não ter tantas expectativas e ser surpreendida com o livro, apesar de ser bem clichê.

    Beijos,
    Ceile.

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.