Sessão Pipoca - Pequena Miss Sunshine (2006)


A capa de um livro pode espantar um leitor e o cartaz de um filme pode espantar um telespectador. Foi isso que aconteceu comigo durante muito tempo quando alguém me indicava o filme Pequena Miss Sunshine. Eu lembrava daquela kombi amarela do pôster com uma família meio estranha dentro e pensava que o filme não teria nada de interessante a me oferecer e que ainda por cima seria uma chatisse só.
Quem diria que a kombi amarela que tanto me causou resistência para que eu finalmente assistisse ao filme, fosse responsável por ótimos momentos divertidos e dramáticos da história.

Título: Pequena Miss Sunshine
Título Original: Little Miss Sunshine
Origem: EUA
Ano de produção: 2006
Gênero: Comédia, Drama
Duração: 102 min
Classificação: 14 anos
Direção: Jonathan Dayton / Valerie Faris



Nenhuma família é verdadeiramente normal, mas a família Hoover extrapola. O pai desenvolveu um método de auto-ajuda que é um fracasso, o filho mais velho fez voto de silêncio, o cunhado é um professor suicida e o avô foi expulso de uma casa de repouso por usar heroína. Nada funciona para o clã, até que a filha caçula, a desajeitada Olive (Abigail Breslin), é convidada para participar de um concurso de beleza para meninas pré-adolescentes. Durante três dias eles deixam todas as suas diferenças de lado e se unem para atravessar o país numa kombi amarela enferrujada.

Um filme que mistura comédia e drama pode dar certo? A resposta é sim, pelo menos em se tratando de Pequena Miss Sunshine. Os dois gêneros foram dosados na medida certa e deram o equilíbrio perfeito ao filme. Sem um enredo elaborado, extremamente engraçado ou dramático demais, Pequena Miss Sunshine conta a história de uma família cheia de problemas e meio esquisita que parte em busca do sonho da pequena Olive: ganhar um concurso de beleza mirim.

Cada um dos personagens tem sérios problemas pessoais que ao longo da viagem se agravam, criando um clima de tensão e ânimos exaltados. Mas assim como a kombi que precisa ser empurrada sempre que um novo trecho da viagem é iniciado, é importante que a família mesmo nesses momentos de dificuldades se mantenha unida e se apoie mutuamente para que o fardo dos problemas se torne mais leve.


O final é perfeito, mas não para os padrões de finais felizes tão comuns nos filmes hollywoodianos, onde todos os problemas são resolvidos e os sonhos se realizam. Pequena Miss Sunshine tem um final perfeito porque nos mostra a realidade da vida, onde temos que ter coragem e maturidade para aceitar as vitórias e derrotas.

O filme é uma crítica as pessoas que acreditam que livros de auto-ajuda são receitas prontas e confiáveis para resolver todos os seus problemas e dramas; ao culto exagerado da beleza e dos padrões estabelecidos pela sociedade; é uma forma de mostrar que a vida é cheia de altos e baixos, que precisamos errar, perder, cair e no fim conseguir se reerguer e seguir em frente.

P.S.: Um dos melhores momentos é a apresentação da coreografia que a Olive ensaiou o filme inteiro e que não é mostrado até o momento em que ela está no concurso.

Assistam Pequena Miss Sunshine, é um filme simples e sem grandes pretenções, mas tão encantador e com uma lição de vida tão incrível e difícil de se encontrar nesse filmes atuais que vai conquistar você!

Avaliação (1 a5) + favorito:


10 comentários:

  1. Olá Caline.

    Faz um tempinho que assisti ao filme, mas recomendo vivamente para todos. Muito bom mesmo, emocionante, engraçado e brilhante. Vale a pena conferir.

    ResponderExcluir
  2. *---* Meu Deus sou louca por este filme, vi em uma das minhas aulas de teatro, a muito tempo!
    Esse filme é incrível, não somente pelo filme, pouco convencional, mas pela estória, que foi muito bem amarrada! *-*
    Beijos, Mila ♥

    @Camilla_Leitte
    http://sonhosentrepontinhos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. ei Caline,
    eu vi esse filme e achei bem legal, super recomendo também.
    A garotinha é uma fofa. ^^
    beijos.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu tbm adorei Pequena Miss Sunshine. Ri muito com a coreografia.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Ei Caline,

    Ah eu adorei este filme, ri muito com a coreografia tbm, esperava que ia ser linda, ela ia ganhar e tal kkk.

    Tbm demorei a assistir,sempre achei feia tbm hehe.

    bjos
    Nanda

    ResponderExcluir
  6. Eu nunca assisti o filme inteiro, mas o que eu vi não me agradou muito não, para ser sincera ;~
    Vou tentar assistir de verdade para ver se mudo de opinião.

    Beijos
    Conjunto da Obra

    ResponderExcluir
  7. Oi Caline! Esse filme realmente é uma graça, a gente nunca pensa que ele vai ter um desenvolvimento tão impressionante como teve. Deu vontade de reve-lo...

    Beeeijos

    ResponderExcluir
  8. Já assisti esse filme...
    ele é realmente uma gracinhaa ^^
    bem legal xD
    Beeeijos
    Little piece of me.

    ResponderExcluir
  9. Ei Caline!

    Quero ver!!!
    Eu tb não dava nada pelo filme, mas depois de tantos elogios, como não querer assistir?
    Eu ando tendo pouco tempo para assistir filmes, mas assim que der vou assistir.

    Bjins

    ps.: imagino que ela não ganhe o concurso de beleza...kkk

    ResponderExcluir
  10. Ahh
    eu nunca consegui ver esse filme todo!! Sei mesmo que deve ser lindo mas ainda não vi... Comecei a ve uma vez na Globo a noite mas dormi.. Achei bem engraçado e cheio de ironia...

    Vou tentar achar!!

    bjs
    Hey evellyn!

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.