Como Se Apaixonar - Cecelia Ahern

Título Original: How To Fall In Love
Autor (a): Cecelia Ahern
Data de Publicação: 2015
Número de Páginas:
352
Editora: Novo Conceito
Classificação: + 0,5
Livro Cedido em parceria com a Editora Novo Conceito
Depois de não conseguir evitar que um homem acabasse com a própria vida, Christine passa a refletir sobre o quanto é importante ser feliz. Por isso, ela desiste de seu casamento sem amor e aplica as técnicas aprendidas em livros de autoajuda para viver melhor. Adam não está em um momento muito bom, e a única saída que ele encontra para a solução de seus problemas é acabar com sua vida. Mas, para a sorte de Adam, Christine aparece para transformar sua existência, ou pelo menos tentar ajudá-lo. Ela tem duas semanas para fazer com que Adam reveja seus conceitos de felicidade. Será que ele vai voltar a se apaixonar pela própria vida?

Cecelia Ahern é o tipo de escritora que você escolhe quando não quer se decepcionar com um livro. Obviamente, nem todas as suas histórias são excelentes perto do nível da perfeição, mas todos os seus livros têm um lugar especial na minha estante e pelo menos dois deles conseguiram me deixar totalmente presa e com aquela sensação de ter lido algo que realmente fez diferença na minha vida e que eu levarei para sempre comigo.

Como Se Apaixonar foi tão cheio de lições para mim e me fez repensar e analisar tantas coisas da minha vida que torna o ato de escrever essa resenha ainda mais complicado do que geralmente já é. Quando li a sinopse pensei automaticamente em Como Eu Era Antes de Você, as semelhanças estavam todas ali. Entretanto, apesar do livro da Jojo Moyes ter se tornado um dos meus favoritos da vida decidi deixar Como Se Apaixonar para depois, não estava num momento bom para dramas e lágrimas.

Quando senti que estava pronta me joguei na leitura e só posso dizer que me arrependo muito de mão ter lido antes. Sabe aquele livro que você quer saber o que acontece no final, mas não quer que termine nunca por estar tão bom? Pois foi exatamente assim que eu me senti.Eu lia, lia e não conseguia me desgrudar da história. A escrita de Cecelia é cheia de nuances e traz tantos ensinamentos e reflexões que é impossível terminar qualquer um de seus livros sem ter pensando um pouco na sua vida.

Christine, a protagonista, foi o único ponto não tão positivo para mim. Ela era passiva demais e nunca parecia ter ânimo suficiente para tomar as rédeas da própria vida. Fiquei tão irritada com a passividade com que ela tratava seu ex-marido e a forma como ele agiu depois da separação, que a minha vontade era gritar com ela. Outra coisa que me deixou um pouco irritada também foi a forma que ela tratou Adam em alguns momentos. Ok, ele tem tendências suicidas, mas a impressão que eu tinha é que ela queria que ele se tornasse dependente dela. Fora isso eu realmente torci para que as coisas dessem certo para ela.

Quanto ao Adam ele foi um personagem que me deixou na berlinda. Gostei dele, de verdade, mas não consegui entender seus motivos para o suicídio, o problema não parecia tão grande. Entretanto, a mente humana é bem complicada e certamente vários outros fatores corroboraram para que ele chegasse ao extremo, logo, nada de julgamentos. Tirando esse detalhe ele conquistou por completo o meu coração. Foi impossível não ver o quanto ele era engraçado, preocupado, carinhoso, criativo e romântico, um homem extremamente sensível e muito provavelmente por isso tão frágil.

Como Se Apaixonar é dramático, intenso, doce, engraçado e maravilhoso de tantas formas e em tantas coisas que a minha vontade é ler tudo novamente, dessa vez com mais calma, absorvendo e vivendo cada momento junto com os personagens. Quando quase no final eu tive "aquela" sensação, algo que eu não consigo explicar, mas que eu sempre uso como parâmetro para considerar um livro como incrível, não tive mais dúvidas de que essa história ficaria comigo por muito tempo depois de ter virado a última página.

1 comentários:

  1. Tenho alguns livros da Cecelia na fila, mas este eu ainda não conhecia. Realmente, com ela não dá pra se decepcionar.

    Bjos

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.