Simplesmente Ana - Marina Carvalho

Título Original: Simplesmente Ana
Autor (a): Marina Carvalho
Data de Publicação: 2013
Número de Páginas: 304
Editora: Novo Conceito
Classificação: + 0,5

Livro cedido em parceria com a Novo Conceito


Imagine que você descobre que seu pai é um rei. Isso mesmo, um rei de verdade em um país no sudeste da Europa. E o rei quer levá-la com ele para assumir seu verdadeiro lugar de herdeira e futura rainha… Foi o que aconteceu com Ana. Pega de surpresa pela informação de sua origem real, Ana agora vai ter que decidir entre ficar no Brasil ou mudar-se para Krósvia e viver em um país distante tendo como companhia somente o pai, os criados e o insuportável Alex. Mudar-se para Krósvia pode ser tentador — deve ser ótimo viver em um lugar como aquele e, quem sabe, vir a tornar-se rainha —, mas ela sabe que não pode contar com o pai o tempo todo, afinal ele é um rei bastante ocupado. E sabe também que Alex, o rapaz que é praticamente seu tutor em Krósvia, não fará nenhuma gentileza para que ela se sinta melhor naquele país estrangeiro. A não ser… A não ser que Alex não seja esta pessoa tão irascível e que príncipes encantados existam. Simplesmente Ana é assim: um livro divertido, capaz de nos fazer sonhar, mas que — ao mesmo tempo — nos lembra das provas que temos que passar para chegar à vida adulta.

Marina Carvalho tem o que chamamos de dom da escrita. Li apenas dois livros dela até hoje, mas essa pouca experiência já me mostrou que provavelmente não importa o que ela escreva, mesmo não sendo uma excelente história vai envolver o leitor, vai deixá-lo empolgado e preso a leitura. Tenho Simplesmente Ana há tempos na minha estante, mas meu primeiro contato com a autora foi com Azul da Cor do Mar. Gostei muito do livro, apesar de algumas falhas e fiquei super empolgada para ler outras publicações dela. Mas foi só depois que De Repente Ana chegou até minhas mãos que decidi mergulhar na história da plebeia que descobre ser princesa.

Vocês já devem ter lido algum livro da série O Diário da Princesa, assistido a uma das adaptações ou pelo menos já devem ter ouvido falar e sabem do que se trata. Simplesmente Ana tem um enrendo muito parecido com  O Diário da Princesa. Foi impossível não notar as inúmeras semelhanças entre as duas histórias, principalmente no início. Esse fato me incomodou bastante, porque como leitora sei que não existem mais histórias inéditas, mas o que difere uma história da outra é a forma como ela é contada e os dois livros, tanto da Meg Cabot, quanto da Marina Carvalho são contados praticamente da mesma forma, pelo menos no início.

Entretanto, apesar do incômodo inicial persisti na leitura e com o passar das páginas a história começou a tomar forma própria, algumas semelhanças ainda estavam presentes, mas eram mais sutis e o livro passou a seguir seu próprio caminho e Simplesmente Ana ganhou sua identidade.

A escrita de Marina é maravilhosa, como falei no início, então mesmo com algumas falhas e alguns pontos que incomodaram além do fato da história parecer demais com outra, não conseguia parar de ler.

A história é narrada por Ana e para mim quando o narrador é alguém legal e que não me irrita já é meio caminho andado. Ana era inteligente, decidida e forte, simpatizei com ela de cara. Talvez ela tenha aceitado a descoberta de ser uma princesa rápido demais, mas isso é o de menos, afinal muitas garotas sonham em viver um conto de fadas e não tem lógica jogar a chance fora quando ela aparece. Entretanto, Ana perdeu alguns pontos comigo ao se mostrar extremamente ingênua em algumas situações. As mentiras eram óbvias demais, estava na cara que era tudo manipulação e recalque, mas ela saiu batendo o pé e por pouco não se deu muito mal.

Quanto ao príncipe encantado, ele parecia ter alguns problemas em decidir o que queria. Sem dúvida Alex era um perfeito cavalheiro, mas uma hora ele tratava Ana mal, para logo depois ficar todo derretido e carinhoso. Essas mudanças de humor dele foram bem incoerentes e o por causa disso o personagem não conseguiu me conquistar por completo.

O romance foi bem fofo, mas por causa das inconstâncias de Alex, não funcionou como eu esperava. É claro que eu torci muito para que eles ficassem juntos e os momentos românticos entre os dois eram de longe os melhores para mim.

Os personagens secundários tiveram sua cota de importância na história. O destaque vai para Laika, mais conhecida como Nome de Cachorro (apelido colocado por Ana), namorada de Alex. Ela era uma patricinha mimada, gente ruim, venenosa e capaz de qualquer coisa para não sair perdendo. O rei também merece destaque. Ele era super fofo, cuidadoso e atencioso com a filha. Confesso que fiquei na torcida para que ele e a mãe de Ana se entendessem novamente.

Simplesmente Ana teve suas falhas e suas fraquezas, mas a narrativa envolvente e fluída da Marina me conquistou de tal forma que mesmo discordando de algumas coisas acabei gostando do livro e me sentindo ligada aos personagens, torcendo por eles. Algumas coisas me deixaram irritada, outras pareceram irreais demais, mas foi uma leitura deliciosa e confesso estar ansiosa pela continuação.

7 comentários:

  1. Oi
    eu tenho vontade de ler esse livro, a capa além de linda tem uma sinopse que chamou minha atenção. Como não li diários de uma princesa não vou ter como comparar. Esses dias quase comprei um livro da autora, mais mudei de ideia e peguei uma prioridade.
    Tenho vontade de conhecer a Ana e saber como vai ser sua vida nesse novo mundo.

    mentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Caline!
    Já li Simplesmente Ana e gostei muito. Achei bem parecido com Diário da Princesa, mas somente no início. Depois as histórias tomam rumo diferente.
    Ao contrário de vc, não gostei de Ana logo de cara. A narrativa me incomodou bastante no inicio, mas depois fui simpatizando. Não entrou para a lista de protagonistas queridinhas, mas ela é bacana. rs
    Estou bem ansiosa para ler a continuação e devo começar ela esse mês.
    Beijocas
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  3. Ei Caline

    Eu recebi o segundo, mas não tenho o primeiro. Ainda não sei se quero ler, uma amiga minha leu e não gostou, aí falou que nem vale a pena. Mas tem uma outra amiga minha que ama rsrs, estou na dúvida.
    De qualquer forma se for ler preciso comprar o 1 ainda, então devo ler dela este Azul da cor do mar primeiro.
    P.S: Agora sim o Disqus funcionando hehe.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Acho a capa desse livro simplesmente INCRÍVEL, porém, após ler a sinopse, me interesse sumiu um pouco, exatamente pela semelhança com a série da Meg Cabot. Agora, depois de tantos comentários positivos, tenho vontade de ler o livro mesmo, rs.
    Super beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Caline.
    É verdade, essa narrativa não é perfeita, hoje eu consigo perceber, mas quando li, não dei a menor importância as falhas, a escrita da autora me envolveu de uma forma incrível, sendo capaz de me tirar de uma ressaca literária, e isso valeu demais.

    Beijos.
    Leituras

    da Paty

    ResponderExcluir
  6. Ai eu penso o mesmo que você. Comecei achando que leria algo como Diário de uma princesa, e acabei me levando pelas diferenças que Marina colocou na história.
    Acho que gostei um pouco mais que você, mesmo concordando com os pontos negativos que você citou. Não sei... Algo naquela cena do show do Bon Jovi me convenceu a dar continuidade aos livros dela. ahauhauhau

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Pois é, estou com a continuação em casa e ainda não li este. Quero ler para não perder nenhum detalhe. Espero que seja realmente bom e que a continuação não faça eu perder as esperanças. Ainda não li nada dela e tenho dois livros lá em casa... :(

    Beijos

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.