O Jogo Perfeito - J. Sterling (Série The Perfect Game #1)

Título Original: The Perfect Game
Data de Publicação: 2014
Número de Páginas: 368
Série: The Perfect Game #1
Editora: Faro Editorial

Classificação: 


Conta a história de dois jovens universitários, Cassie Andrews & Jack Carter. Quando Cassie percebe o olhar sedutor e insistente de Jack, o astro do beisebol em ascensão, ela sente o perigo e decide manter distância dele e de sua atitude arrogante. Mas Jack tem outras coisas em mente ... Acostumado a ser disputado pelas mulheres, faz tudo para conseguir ao menos um encontro com Cass. Porém, todas as suas investidas são tratadas com frieza. Ambos passaram por muitos desgostos, viviam prevenidos, cheios de desconfianças, antes de encontrar um ao outro, (e a si mesmos) nesta jornada afetiva que envolve amor e perdão. E criam uma conexão tão intensa que não vai apenas partir o seu coração, mas restaurá-lo, devolvendo inteiro novamente.

O Jogo Perfeito de J. Sterling é o primeiro livro da série The Perfect Game e para começar gostaria de dizer que esse é um caso claro da falta de necessidade da continuação de uma história. O Jogo Perfeito tem um final redondinho, sem nenhuma ponta solta. Dando uma olhada na nota do livro no Goodreads e lendo algumas resenhas, entendi a razão da história se estender por mais dois livros. O sucesso foi grande e as opiniões em sua grande maioria são positivas, mas nós leitores sabemos bem que querer prolongar uma história que já teve um fim pode acabar estragando tudo.

A história é narrada entre os pontos de vista de Cassie e Jack, uma característica bastante comum nos livros New Adults. Entretanto, essa narração não é dividida de forma igual entre os dois protagonistas, são atribuídos mais capítulos a Cassie e por muitas vezes senti falta da visão masculina com relação a alguns fatos que ocorreram.

Cassie conquistou minha simpatia logo no início. Ela foi forte e resistiu bravamente às investidas de Jack, apesar de sabermos que ela iria ceder em algum momento. Entretanto ela acabou por perder totalmente o meu respeito quando começou a agir feito uma idiota depois que Jack pisou na bola, não apenas uma vez. Ela era tão forte e de repente estava implorando por amor e perdoando as burrices dele como se ele apenas tivesse esquecido de dar bom dia. Sério!?


Muitas pessoas compararam esse livro à Belo Desastre por causa de Jack e sua personalidade um pouco possessiva e descontrolada, mas ele é bem mais tranquilo que Travis apesar de fazer burrices bem maiores. Ele é o típico esportista popular, por quem todas as garotas são apaixonadas, mas que não se interessa de verdade por ninguém, até Cassie aparecer e se mostrar um desafio para o seu ego inflado.

A narrativa de  J. Sterling apesar de envolvente, tem muitos saltos temporais e isso me incomodou demais. Praticamente todo capítulo começava com "um mês depois, duas semanas depois, quatro meses depois".  A autora usou o recurso da passagem de tempo de forma tão exaustiva que eu imaginei que o final do livro seria com Cassie e Jack velhinhos, cheios de filhos e netos.  

Outro ponto negativo com relação ao livro foi a rapidez com que os dois de apaixonaram. Um mês depois de terem saídos juntos pela primeira vez já estavam prometendo amor eterno. Relacionamentos assim não me convencem, principalmente porque os dois protagonistas tinham sérios problemas familiares que os impediam de confiar nas pessoas. Então, de repente eles estão amando para toda vida?

O Jogo Perfeito é um livro bem previsível, tirando a bomba que a autora soltou no meio do livro e que me fez xingar Jack e achá-lo o maior imbecil da Terra. Embora eu tenha tido alguns problemas com a história, a leitura fluiu muito bem, fiquei completamente envolvida e acho que se abordagem da autora tivesse sido outra, trabalhando melhor os detalhes, sem tanta pressa, eu teria curtido muito mais a leitura.

É importante deixar claro que esse livro é muito bem cotado no Goodreads, então se você curte o gênero NA talvez valha a pena conhecê-lo de perto.

19 comentários:

  1. Oi Caline,
    Achei a trama interessante e apesar dos pontos negativos ainda quero lê-lo, mas farei sem muitas expectativas.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Se tem uma coisa que me incomoda bastante é quando os personagens se apaixonam muito rapidamente. Acho que fica tão superficial... Gosto de NA, mas sempre com ressalvas. Não sei se leria esse livro. To seguindo vc =)

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  3. Visto eles velhinhos com filhos e netos foi ótimooo!!!! ahauhauhauhauhaua
    Todo mundo tá com opinião parecida acerca do livro. Eu tenho ele em inglês no Kindle, mas pelo visto vou passar. Não rola esse tipo de livro comigo agora.
    Adorei sua resenha!!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Confesso que eu não gosto muito de livros com enredos assim, principalmente porque tem um estilo muito clichê. Provavelmente eu não leria, mas posso dar uma chance.

    http://www.laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Caline! Li uma outra resenha que apontou os mesmos pontos negativos que você citou, que pena que o livro não está entre os melhores do gênero, eu estou com ele aqui para ler, espero que seja uma leitura agradável, mas já sei o que esperar.
    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. A sua resenha não foi a primeira que li ressaltando esses problemas da história. Não tenho interesse em ler este livro, até porque tenho vários outros na fila e não há razão pra me desesperar por esse. rs
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  7. Ei Caline

    Este eu passo rsrsrs. Adoro NA, mas estes saltos no tempo e a mocinha lerda teriam me irritado.
    O que estávamos falando, a trilogia do Louca por vc, é melhor por ter mais enredo. Tem uma toda por trás, um mistério em torno do mocinho, máfia, etc etc. Mas é tão surtado nos desdobramentos q gostei do 1, mas o 2 me irritou, vamos ver o 3 se salva. :P
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Oiiii!
    Não faz meu tipo pela premissa sabe. Mas não curti a capa porque o personagem parece que está mais sofrendo do que amando em si, mas você citou a questão de que em 1 mês depois de se conhecerem já juravam amor eterno. Mas às vezes é assim. A pessoa parece que ama tanto e depois isso passa, mas acredito que não seja tão rapidamente, orém como em livro tudo corre mais depressa.... infelizmente, né?

    Beijos

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Caline, tudo bem?
    Confesso que não conhecia o livro e é a primeira vez em que vejo uma resenha sobre ele!
    Livros em que os protagonistas se apaixonam perdidamente de uma hora para a hora é, no mínimo, forçado demais.. eu perco toda a vontade de ler, viu? Os saltos também me incomodam bastante, fica tudo tão tão tão corrido!

    Beijos,
    Gabi - http://leitoraonline.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Caline.
    Eu não consigo engolir quando o casal se apaixona instantâneamente, assim como você: não me convence....e histórias previsíveis não me prendem, mesmo a autora tendo uma narrativa envolvente.
    Adorei todas as ressalvas que você fez, me deu uma ideia melhor do que esperar do livro.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  11. Oi Caline!
    Possivelmente, este livro não entraria para os meus favoritos. Mas adoro um NA.
    A história é bem previsível mesmo e pareceu em alguns momentos, pelo o que você disse, exaustiva. Não sei se será da mesma forma comigo, pois ainda pretendo dar uma chance.
    Enfim, gostei de saber sua opinião e da sua sinceridade. Temo essa questão de o livro ter continuação quando o final é bem conclusivo; geralmente quando isso acontece, a continuação é detestável.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Caline!!

    Pois é, adoro um bom NA!! Acredito que os fatos que lhe incomodaram na trama certamente me incomodarão, mas vou gostar da história. Achei a capa bem bonita, atraente.

    Beijos,

    Marcelle
    www,bestherapy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oie Caline,
    NAs e seus utadores rs
    Até me interessei pelo livro, quando eles têm uma cotação grande, sempre fico curiosa.
    Tipo Real, li várias resenhas positivas, cotação alta no GR e no Skoob e eu não gostei muito. O cara também luta... haha

    O ponto da passagem de tempo é estranha e deles se apaixonarem rapidinho, também.

    Assim nem dá tempo para torcer por ambos e eu acho que já comentei isso em uns três blogs hoje haha pessoal não anda tendo sorte nos romances. =/

    Ótima resenha!

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  14. Ah esqueci de comentar, né
    RYAN GOSLING ♥

    ResponderExcluir
  15. Oie Caline =)

    Estou vendo muitas pessoas falarem desse livro, mas a sua é a primeira resenha que leio. Bem, cá entre nós... a maioria dos livros que hoje em dia viram série deveriam parar no primeiro livro. Normalmente a continuação não agrega em nada a narrativa e só serve para "tirar" dinheiro dos fãs rs...

    Não é o tipo de livro que chama a atenção no momento, mas quem sabe um dia eu acabe lendo mais por curiosidade mesmo.

    Beijos e um ótimo final de semana;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  16. oie Caline
    eu amo romances assim. Ainda mais se ele tem um quê de Travis kkkkkkkkkkk
    Sobre a paixão repentina, estou começando a acreditar nessas coisas depois que minha irmã conheceu o namorado, e 3 dias depois já estavam jurando amor eterno e marcando o casamento shaushuahsuhasuhaus
    Nada é impossível. Tem gente intensa demais nesse mundão de meu Deus rs
    Quero muito ler.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  17. Olá.
    Tudo bom?
    Eu confesso que não curto muito o gênero NA e não tenho muita vontade de ler esse livro que parece ser mega clichê. A minha única exceção para o gênero foi Um Caso Perdido q li e amei.
    Beijos.
    Memórias de Leitura
    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Oi Caline,
    Parabens pela resenha!
    Livros nos quais não há um bom fundamento na construção da relação dos personagens geralmente perdem uns pontinhos comigo. Achei a premissa interessante, mas os personagens, da forma como você falou... não me encataram.
    Além disso, não pretendo começar outra série, então ficará para uma leitura futura rs
    Beijos,
    Ká Andrade
    http://teens-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Já vi taaanto esse livro por aí, mas nunca tinha parado para ler sobre. Olha, já li alguns NAs, mas nenhum conseguiu me conquistar realmente. Exceto Belo Desastre, que eu gostei muito, mas em Desastre Iminente percebi a quantidade de falhas que essa história possui, principalmente o Travis, que é um baita de um desequilibrado. Se comparam Jack ao Travis, eu já vou caindo fora. Mais um descontrolado que faz tremendas burrices, pra mim não dá!

    Brunna Carolinne - My Favorite Book - @MFBook
    myfavoritebook-mfb.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.