Sessão Pipoca - A Pele Que Habito (2011)



A Pele que Habito do diretor Pedro Almodóvar rendeu excelentes críticas desde a sua estreia. Apesar dos inúmeros elogios, nunca havia me entusiasmado para assisti-lo. O título e o cartaz me passavam a impressão de uma história nojenta, com colagens de pele ou algo do tipo. A minha imaginação me levava a crer que haveria cenas de pessoas tendo suas peles arrancadas para serem transplantadas em outras. Se eu tivesse ao menos lido a sinopse saberia que a história era muito mais complexa e interessante.

Minha aversão foi vencida quando resolvi procurar listas de filmes com finais surpreendentes e ele estava em todas elas. Adoro ser enganada e surpreendida quando leio um livro ao assisto a um filme, crio vários teorias e no final não era nada do que eu havia imaginado.

O filme é baseado em um romance francês do autor Thierry Jonquet, chamado Mygale. O roteiro é uma adaptação livre do material de origem, mantendo as linhas gerais da trama no lugar, mas ajustando cuidadosamente elementos para permitir que a visão excêntrica de Almodóvar venha à tona.


Antonio Banderas interpreta um cirurgião brilhante lutando para superar a morte da sua esposa e o suicídio de sua filha. Ele trabalha em uma pesquisa inovadora sobre pele sintética. Para alcançar seu objetivo ele ignora a ética da medicina, além de manter uma cobaia humana em sua casa. A natureza sinistra de sua pesquisa e a motivação para algo tão surreal vai se desdobrando aos poucos, mostrando cenas do passado e que foram o ponto de partida para a louca obsessão do cirurgião.

A Pele Que Habito tem um início lento mostrando cenas e personagens que a primeira vista parecem desnecessários ao filme, mas que no decorrer da história vão se encaixando perfeitamente e se mostrando essencial para o entendimento geral e para o clímax tenso e emocional da grande revelação. 


O momentos arrastados do filme e algumas cenas bastante perturbadoras e que me causaram certo desconforto, foram os únicos pontos negativos da história. Tudo que aconteceu nos 120 minutos de filme foi exageradamente insano, mas importante para o louco espetáculo do final.

O final foi chocante e até hoje ainda me provoca certa revolta. Não fui surpreendida porque consegui deduzir o segredo muito antes do final. É algo tão surreal e absurdo que mesmo tendo imaginado, eu precisava ver para acreditar. 

A Pele que Habito é sombrio, absurdo e doentio. É um filme de terror sem gritos ou sustos, um drama sexual e uma história de família. Uma trama feita de camadas interligadas, pistas falsas, reviravoltas e cenas imprevisíveis que vão chocar o expectador e fazê-lo questionar suas opiniões sobre o certo e o errado.

Título: A Pele Que Habito
Título Original: La Piel que Habito 
Origem: Espanha
Ano de produção: 2011
Gênero: Drama/Suspense/Horror
Duração: 120 min
Direção: Pedro Almodóvar
Classificação: 

10 comentários:

  1. Esse filme é no mínimo "estranho" :), mas é legal observar as reações das pessoas que estão assistando ao seu lado.

    ResponderExcluir
  2. Sou fã do trabalho do Almodóvar e, ainda que este não seja um dos meus favoritos, gostei muito do filme. Não o achei perturbador, apesar de ser sim bem polêmico. É isso o que mais gosto nos filmes dele, a polêmica, o absurdo mostrado de forma até "natural", discutido abertamente. E também, claro, todo o aspecto kitsch e supercaricato, vistos principalmente nos filmes mais antigos. =)

    Um beijo, Livro Lab

    ResponderExcluir
  3. Oi Caline, desde que vi o trailer do filme guardo um certo receio da história, principalmente porque ele já consegue dar uma ideia, mesmo que rasa, sobre as coisas loucas que acontecem no filme. Parece ser incrivelmente surpreendente, mas não me dá tanta coragem de assistir. Parece psicótico.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oiee Caline =)
    Eu vi o filme, apesar de achar estranho como a amiga a cima, e não ser meu gênero, e vi porque não tem grito como disse, rrssrs, pois sou medrosa e não vejo terror.
    Beliscões da Máh ♥
    Blog
    Instagram

    ResponderExcluir
  5. Wow... Parece ser interessantíssimo. Filmes complexos são minha paixão. Adoro esse suspense inteligente e meio doentio de filmes assim, que levam a gente a correr a história junto com o filme e ansiar, ansiar, ansiar por respostas e acontecimentos. Realmente adorei demais saber que o filme não é um filme de terror com sangue esguinchando na tela e coisas do tipo (sinceramente, acho coisas assim deploráveis). Mas adorei a complexidade do filme. Me fez lembrar de Perfume - A História de um Assassino... Hm.
    Adorei a dica! Adorei! Vou assistir em breve!
    Beijão! Tô seguindo o Blog!

    Achou o Quê?:
    http://achouoque.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Infelizmente ainda não tive oportunidade de assistir esse filme. Tenho uma grande curiosidade em assistir filmes de diretores muito em falados por aí e Almodóvar é um deles. Eu até peguei o filme pra ver, mas minha tia foi assistir primeiro e achou muito sexo incutido nele e tive que trocar o DVD --' HAHAHA
    Mas espero assistir em breve, ele me parece mesmo absurdo e sua postagem sobre ele só me instigou mais ainda ><

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oie Caline =)

    Esse tipo de filme não é meu gênero. Desde que eu assisti ao trailer pela primeira vez percebi que se trata de um filme um pouco pesado demais para mim. Gosto de bons suspenses, mas nada que me deixe com medo depois rs...

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  8. Oi Caline, ainda não vi o filme mas vou dar uma procurada e ver se encontro para olhar.
    Gosto de filmes que tenham finais surpreendentes, gostei da dica e espero logo poder conferir A Pele Que Habito.

    Beijos
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Caline,
    Bom, ainda não vi esse filme, mas fiquei com vontade. Apesar de achar que esse final surpreendente e surreal venha a me decepcionar.
    Entretanto, ainda estamos falando de Antonio Banderas e é sempre bom dar crédito à ele haha
    Gostei da premissa e ideia geral do filme, como também espero gostar do mesmo! :)

    Beijos,
    Ká Andrade
    http://teens-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Menina! Eu achei muito esquisito este filme, no momento não assistiria não, quem sabe em um dia que esteja em busca de algo bizarro, mas valeu a dica.
    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.