O Caminho Para Casa - Kristin Hannah

Título Original: Night Road
Data de Publicação: 2012
Número de Páginas: 352
Editora:Arqueiro
Classificação: 

Durante 18 anos, Jude pôs as necessidades dos filhos em primeiro lugar, e o resultado disso é que seus gêmeos, Mia e Zach, são adolescentes felizes. Quando Lexi começa a estudar no mesmo colégio que eles, ninguém em Pine Island é mais receptivo que Jude. Lexi, uma menina com um passado de sofrimento, criada em lares adotivos temporários, rapidamente se torna a melhor amiga de Mia. E, quandoZach se apaixona por ela, os três se tornam companheiros inseparáveis.
Jude sempre fez o possível para que os filhos não se metessem em encrenca, mas o último ano do ensino médio, com suas festas e descobertas, é uma verdadeira provação. Toda vez que Mia e Zach saem de casa, ela não consegue deixar de se preocupar. Em uma noite de verão, seus piores pesadelos se concretizam. Então a vida dá uma guinada, levando os personagens a viver sentimentos intensos – amor e ódio, culpa e perdão – que qualquer um de nós poderia experimentar. Uma decisão muda seus destinos, e cada um deles terá que enfrentar as consequências – e encontrar um jeito de esquecer ou a coragem para perdoar.

Cada livro tem um papel especial em nossa vida. Alguns são escritos para divertir, outros para causar medo, tem aqueles que são tão bobinhos que servem apenas para passar o tempo, mas existem livros que são escritos com a intenção de fazer a diferença, marcar aqueles que dedicaram um pouco do seu tempo para ler a história que está naquelas páginas. São livros que sempre terão um lugar especial na estante e no coração dos leitores, que jamais serão esquecidos.

Quando comecei a ler O Caminho Para Casa, senti que tinha uma história maravilhosa em mãos, mas jamais imaginei que ela se tornaria inesquecível, que ela me marcaria e despertaria em mim os mais diferentes sentimentos, do amor a raiva, da irritação a compreensão, do rancor ao perdão.

A história vai crescendo na nossa frente, os fatos vão acontecendo aos poucos e por mais que não conseguisse imaginar o que seria, eu sabia que algo estava para acontecer, a autora foi nos preparando para o que viria, página após página. O ápice da história é o momento onde tudo muda. Os relacionamentos se desfazem, os sentimentos se transformam e as pessoas não são mais aquelas de antes.

Mia e Zach eram gêmeos, Jude a mãe superprotetora e Lexi a garota que entrou na vida dos Farraday e mudou tudo. O relacionamento que parecia perfeito se despedaçou e sobrou apenas mágoa e ressentimento, culpa e ódio.

Lexy conheceu os Farraday através de Mia, mas sua vida mudou de verdade ao conhecer Zach, irmão gêmeo da amiga, território proibido e inalcançável, logo ela preferiu cultivar a amizade do que arriscar o coração. Mas sentimentos verdadeiros e recíprocos não podem ser escondidos para sempre. Quando Zach e Lexi enfim se deixaram levar pelo amor, o meu coração bateu mais forte. Não posso negar que no inicio não acreditei que ele realmente pudesse amá-la, mas o sentimento que nasceu entre os dois desde o primeiro momento foi lindo e verdadeiro. O tipo de amor que nem o tempo, a distância ou a morte, conseguiu atrapalhar.

Lexi foi uma personagem incrível, impossível não admirá-la. Muitas pessoas podem imaginar que suas decisões foram impensadas ou até mesmo idiotas, mas eu entendi o que se passava em sua cabeça. Ela acreditou que aceitar a punição seria a única forma de se redimir do que aconteceu. Tudo que ela precisava era de uma nova chance e de perdão por parte daqueles a quem ela tanto amou.

Jude, mãe dos gêmeos, foi egoísta e arrogante culpando Lexi pela tragédia, pensando apenas na própria dor, ignorando até mesmo a dor de sua família. A verdade é que ela foi um incômodo para mim durante todo o livro. Ela é o tipo de mãe que eu jamais quero ser. Admirei o seu cuidado e a sua forma "aberta" de criar os filhos, mas ela era tão superprotetora que eu como leitora me senti incomodada e como filha que é superprotegida me senti sufocada. Imagino o quanto deve ser preocupante dormir enquanto os filhos estão fora, mas em algum momento eles sairão de casa e o desapego vai ter que acontecer. Além disso proibir e cercear a liberdade sempre desperta nos adolescentes um sentimento de revolta e o ímpeto de transgredir.

Os personagens secundários como a mãe de Jude, o marido de Jude e a pequena Grace, foram em alguns momentos, decisivos para o desfecho da história. Adoro quando crianças inteligente e bem trabalhadas são envolvidas no desenvolvimento da trama. São pequenas criaturas com uma enorme sensibilidade e com uma capacidade de perdoar tão profunda, que deveria servir de exemplo a nós adultos.

Kristin Hannah foi incrível ao escrever uma bela e profunda história de amor que não é apenas um romance. A autora aborda questões importantes como as dificuldades de ser um adolescente, a gravidez inesperada, bebidas e direção, o nascimento do primeiro amor e o significado de ser mãe.

Minha única crítica é com relação ao final do livro. A escrita de Kristin é sensível e envolvente e a história desde o início foi sendo construída aos poucos, mas no final depois de tanto cuidado e perfeição ao criar todo o enredo e nos envolver nele, a autora resolveu tudo num piscar de olhos e FIM. Foi muito rápido e  não ficou nada verossímil por ter acontecido num espaço de tempo tão curto. Dificilmente alguém que carrega um ódio tão profundo por tanto tempo, abre os braços e perdoa de uma hora para outra. Mas esse é apenas um pequeno detalhe levando em consideração o quanto a história é linda e tocante.

O Caminho Para Casa fala sobre amizade, perdão, relações familiares e amores verdadeiros. Uma história intensa e instigante, uma leitura emocional e cheia de ensinamentos. Um livro maravilhoso, que eu recomendo muito.

13 comentários:

  1. Adorei sua resenha, fiquei bem curiosa em relação ao livro!
    Espero lê-lo em breve *-*

    http://winsomebooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Só vejo comentários excelentes sobre essa autora, mas nunca cheguei a ler um livro dela de fato. A única obra dele que me interessa é essa que você resenhou, a premissa das demais não me chamou a atenção. Mas como foi tão bem recomendado vou tentar ler o quanto antes.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Deu vontade de ler outra vez, é lindo demais. Este livro é uma jornada, e tem tudo que eu gosto, drama, romance, conflitos de forma bem estruturada e que vai fundo na alma de cada personagem. Quando li parece que eu estava lá, vivendo tudo aquilo. Jardim de Inverno desta autora também é ótimo, ela sabe falar de relações familiares como ninguém. Ótima resenha Caline.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  4. Oi, Caline.

    Quando a Arqueiro publicou esse livro eu o vi entre os lançamentos, mas não dei muita atenção não. Capa, título... Não despertaram meu interesse. É muito bom quando um livro mexe com a gente do jeito que esse parece ter mexido com você. Também não gosto quando as coisas se resolvem muito rápido no final — parece final de novela, né? rs. que tudo acontece no último capítulo. — Que bom que isso não atrapalhou a sua experiência de leitura!

    Beijos! Boas leituras. :)
    {Lendo & Comentando}

    ResponderExcluir
  5. Oie Caline
    sou louca para ler algo da autora, pois só vejo resenhas positivas dos livros dela. Essa obra parece ser muito emocionante. Gosto quando exploram a relação mãe/filho. Pena que o fim tenha sido um tanto brusco.
    Bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  6. Esse livro é lindo. Depois de lê-lo, Kristin Hannah se tornou uma autora que eu leio assim que tenho oportunidade, porque ela é ótima para emocionar. Dela também já li O Jardim de Inverno, e gostei bastante.

    Clara
    @mmundodetinta
    maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi tudo bem?
    A capa já me chamou a atenção.Não tinha visto nenhuma estenda sobre
    Esse livro antes. Adorei saber que você gostou, já estava na minha
    lista d compras. Agora vou ver se sou uma adiantada e compro.
    Fiquei realmente louca para ler.
    Te espero no meu blog, beijos.

    Mariana - WTF.


    ResponderExcluir
  8. Oi Caline,

    Preciso te dizer: suas resenhas são ótimas! Sério! Pela sinopse me parece um livro "ah, ok, leria" mas depois da sua resenha é do tipo preciso-ler-esse-livro-já. Sério!! hahahaha
    Adorei o enredo, o drama (que parece ser ter um foco grande) e as surpresas que acontecem nesse livro. Realmente, me encantei. Vou adicionar aqui e pretendo lê-lo em breve!!

    Beijos,
    Ká Andrade
    http://teens-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Caline,
    Livros que possuem enredos que nos fazem refletir, sempre são interessantes de serem lindos e “O Caminho para Casa”, parece possuir uma trama bem marcante. Espero ter uma oportunidade de lê-lo no futuro.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Caline, eu ainda não tinha visto que esse livro tinha vindo pro Brasil *-*'
    Eu AMO tudo o que a Kristin Hannah escreve, ela é incrível! Sempre me faz chorar! <3
    Vou atrás desse livro AGORA hhuashaushaushauhsuahsuahsush
    Adorei a resenha, muito sincera e deu pra sentir que você amou o livro! *-*'
    Sei que vou gostar também!!

    Beijos ;*
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Caline, sempre li o quanto a escrita da Kristin era incrível, e pude comprovar isso lendo Jardim de Inverno. Gostei muito da escrita e a história me tocou, mas essa parece ser ainda mais emocionante. Adoro quando um autor consegue ir além do romance entre homem e mulher e desenvolve uma história ainda mais complexa.
    Pena que o fim foi mais ou menos;

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Assim que terminei a resenha bateu aquela vontade irreprimível de ter o livro, sabe? Que. Capa. É. Esta? Ainda bem que hoje é Black Friday!!
    Abraço,
    www.livroserabiscos

    ResponderExcluir
  13. Ei Caline!

    Também achei o final um tantinho rápido.
    Mas no geral, é um livro lindo mesmo!!!
    Tenho que comprar meu exemplar pq li emprestado da Nanda.

    Chorou?
    rs.

    Bjins

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.