O dia em que minha irmã ganhou um post no blog


Poderia começar esse post falando o quanto minha irmã é louquinha e viajada. O quanto ela é descolada e não liga para o que as pessoa falam. Ela tem cada ideia absurda e acredita em cada coisa que contando até parece mentira. Poderia fazer um post só com as pérolas que ela solta, mas como sou uma ótima irmã direi apenas que ela acreditou em unicórnio até alguns meses atrás e que ficou arrasada quando descobriu que eles são apenas folclore. Juro! Mas esse post é sobre algo bem mais especial.

Não lembro a primeira vez que percebi o quanto era viciada em livros. Acho que começou com os gibis da Turma da Mônica, mas faz tanto tempo que não tenho certeza. O que eu me recordo de verdade é das minhas idas a biblioteca municipal em busca de algum livro legal ou os momentos em que durante o intervalo da escola eu preferia ficar entre os corredores de livros a sentar com meus amigos para conversar.

Não é à toa que tendo toda essa paixão pela leitura eu quisesse espalhar e tentar convencer todas as pessoas ao meu redor que os livros são bem mais legais que as novelas, que não é algo chato ou cansativo, só basta escolher a história certa.

Minha irmã foi minha cobaia nisso. Ela era bem pequena ainda e fácil de manipular. Admito que o que fiz foi algo vergonhoso, mas ela não queria ler e nós leitores sabemos o quanto a leitura é importante para melhorar o vocabulário, a escrita e muitas outras coisas. Propus um acordo, para cada hora de leitura, ela teria o mesmo tempo no computador. O livro escolhido (por mim) foi Pollyana e tive muita sorte que depois disso ela não se revoltou para sempre. Pollyana se tornou um livro trauma e durante um bom tempo ela não quis saber de ler, mas continuei com a chantagem, quer dizer,  o acordo e a escola ajudou. Eles indicaram como livro paradidático A Marca de uma Lágrima de Pedro Bandeira e sinceramente quem não se apaixonar e amar esse livro, é um caso perdido.

Depois disso foi mais fácil convencê-la a ler outros livro. Coleção Vaga-lume, a série Os Karas, só livros legais e bem mais interessantes para uma menina da idade dela.

Mas vocês devem estar se perguntando o porquê desse post. Pois é, ela não é uma viciada em livros como eu, mas de vez em nunca dá uma olhada na minha estante e escolhe alguma coisa. Nos últimos tempos não passava da primeira página e olha que eu tenho vários livros legais. Mas esse mês ela me surpreendeu com três leituras seguidas - um marco - e ainda debateu comigo sobre o livro - coisa mais linda tentando defender o ponto de vista dela. Na hora que eu vi ela terminando um e indo até a estante pegar o outro, falei sem pensar que faria um post especial sobre isso, ela não esqueceu. E é por isso que esse post está indo ao ar.


Ela é minha pequena leitora (tem 16 anos, mas pra mim continua uma bebê), por quem tenho um amor incondicional e um orgulho bobo de irmã. Poderia ter postado uma foto no Instagram e feito um pequeno comentário, mas eu prometi e apesar de não ser uma apaixonada por livros como eu, ela está engatinhando pra isso (espero) e eu acho lindo!

P.S.1: Carolaine Teixeira se você me fizer vergonha e voltar a estaca zero, apago esse post na mesma hora!
P.S.2: Esse é um post babão e talvez muita gente não veja o motivo pelo qual eu tenha resolvido escrevê-lo, mas eu prometi (sem pensar), ela bem que mereceu e o blog é meu o que me dá o direito de escrever alguma bobeira de vez em quando, rsrs.

11 comentários:

  1. Oi Caline,

    Muito legal o post. Nada melhor do que compartilharmos o hábito da leitura com aqueles que amamos, hem?
    Muito bacana mesmo! Nem sempre é fácil desperta o interesse de alguém pela leitura, sobretudo quando, às vezes, a escola não ajuda muito. Geralmente eu fico falando bem de um livro, fazendo comentários entusiasmados e deixo-o ali, como por acaso, esperando ser lido.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. ♥Que lindo!!!♥
    Você fazendo monstrinhos...

    A descrição inicial da sua irmã também cabe a minha. Doidinha e de coração enorme ;)

    Eu também acho que existe um tipo de livro certo para cada pessoa, e que, no fundo, todo mundo é um leitor em potencial.

    Gracinha de post! São posts assim que personalizam um blog.

    Bjins

    ResponderExcluir
  3. Ah, que máximo, Caline!!
    Minha irmã também está engatinhando, já pegou vários livros meus, participa do Clube do Livro comigo e tudo. Adoro!!
    E ela mereceu o post mesmo. ^^ Tomara que contninue assim e lendo cada vez mais.
    Beijocas

    ResponderExcluir
  4. Ah Caline,

    Que lindo, eu, boba que sou, quase chorei hauhauhauh.
    É sério, minha irmã não lê nada, ela lê e até gosta, mas só os livros da faculdade.
    E fala que não tem tempo para mais nada nunca.
    Eu fiz ela ler Bridget Jones e Becky Bloom e ela amou, mas depois mais nada aff.
    Foto ta linda, sua irmã é fofa.
    Agora manda ela falar aqui dos três que ela leu! hehe

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Oie Kaline
    ai que fofo!!! Muito lindo o post
    tenho duas irmãs, e uma eu já meio que consegui trazer para o lado bom da força rs foi através de mim que ela conheceu vários livros, tá longe de ser viciada como eu, mas já leu vários da minha estante, e até já resenhou para o blog.
    bjos

    ResponderExcluir
  6. Adorei o post, confesso que as únicas maneiras de fazer com que eu empreste um livro é ser uma pessoa de confiança ou ser um novo leitor. Adorei o post (quem sabe daqui a pouco ela já não esteja fazendo resenhas para o blog? hehe).
    Beijos,K.
    Girl Spoiled
    P.S: A Marca de uma Lágrima é um dos livros guardados no meu coração *-*

    ResponderExcluir
  7. Muito fofo o post! Também tenho uma irmã que adora ler por minha influência (só que somos ao contrário, ela é mais velha) e hoje ela consegue ser mais viciada do que eu! Adora pesquisar sobre lançamentos e milhões de coisas relacionadas, enquanto, eu às vezes não tenho muita paciência para isso hahaha
    Beijo,
    Nic

    ResponderExcluir
  8. Oi, Caline!

    Super entendo o motivo desse post! Eu tenho uma irmãzinha linda que eu amo mais que tudo na vida que é a minha cobaia também! kkkkkk Ela ainda é pequena, mas já começou a ler aqueles livrinhos de contos de fadas, sabe? Eu tinha uma coleção enorme que passei para ela! <3

    São nosso orgulho, né? kkkkkkk

    Beijos,
    Inara
    {www.lerdormircomer.com.br}

    ResponderExcluir
  9. Oii!!
    Que post mais lindo e fofo!
    Tenho uma irmã e sou bem babona também. E assim como eu ela ama ler! *-*
    Beeijos

    Elidiane
    Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  10. Ah, que lindo *-*
    Amei o post babão e conhecer sua irmã foi uma delícia! Espero que ela continue lendo ^^

    Beijos,
    Nanie

    ResponderExcluir
  11. Caline, que post lindo!!!
    Ameiii!
    Eu queria teria uma irmã assim como você. :)

    Beijos!

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.