Belle - Lesley Pearse

Título Original: Belle
Data de Publicação: 2012
Número de Páginas: 560
Editora: Novo Conceito
Classificação: 
Livro cedido em parceria com a Novo Conceito

Londres, 1910. Belle, de 15 anos, viveu em um bordel em Seven Dials por toda sua vida, sem saber o que acontecia nos quartos do andar de cima. Mas sua inocência é estilhaçada quando vê o assassinato de uma das garotas e, depois, pega das ruas pelo assassino para ser vendida em Paris. Sem poder ser dona de seu próprio destino, Belle é forçada a cruzar o mundo até a sensual Nova Orleans onde ela atinge a maioridade e aprende a aproveitar a vida como cortesã. A saudade de casa — e o conhecimento de que seu status como garota de ouro não durará muito — a leva a sair de sua gaiola de ouro. Mas Belle percebe que escapar é mais difícil do que imaginou, pois sua vida inclui homens desesperados que imploram por sua atenção. Espirituosa e cheia de desenvoltura, ela tem uma longa e perigosa jornada pela frente. A coragem será suficiente para sustentá-la? Ela poderá voltar para sua família e amigos e encontrar uma chance para a felicidade? Autora # 1 bet-seller, Lesley Pearse criou em Belle a heroína de nossos tempos: uma mulher forte que luta por seus direitos em um mundo perigoso.

O que mais te chama atenção em um livro? A capa? A sinopse? Geralmente esse são os motivos que me levam a escolher ou não um livro. É claro que algumas sinopses não conseguem passar corretamente o quão maravilhosa a história pode ser. Além disso existem livros incríveis com capas horríveis. Belle se enquadra na categoria capa perfeita, sinopse instigante. A Novo Conceito caprichou em cada detalhe, da capa até a diagramação das páginas, tudo para atrair a atenção do leitor.

Belle de Lesley Pearse é uma história de amor, perda, crueldade, dor, sofrimento e sobrevivência. O tema central do livro é o tráfico e a prostituição de mulheres e crianças no século XIX, um tema forte e que até então eu não havia encontrado em nenhum outro livro.

Belle é uma garota de 15 anos que apesar de morar em um bordel, é doce e inocente. Sua mãe, que é cortesã conseguiu mantê-la longe da dura realidade vivida pelas meninas que moravam na casa. Até o dia em que enquanto arruma um dos quartos do andar superior da casa ela presencia o assassinato de uma das prostitutas. O cliente assassino percebe sua presença antes de fugir. Dias depois resolve sequestrá-la e levá-la para Paris, a partir daí ela precisa deixar sua inocência de lado e aprender tudo que for preciso para conseguir sobreviver.

A história é dividida em capítulos que se alternam entre a vida de Belle após o sequestro e os parentes e amigos que se empenham em encontrá-la. É normal um livro com tantas páginas perder o ritmo em alguns momentos, mas os capítulos que narram a busca da família por Belle são entendiantes e um pouco cansativos também, sempre desejava que eles acabassem logo para que Belle pudesse voltar a narrar suas desventuras.

Lesley Pearse não poupou nos detalhes. Todas as vezes em que Belle foi violentada, a primeira vez que ela sentiu prazer ao fazer sexo, as agressões e sofrimentos pelo qual ela passou, todos esse momentos foram narrados com riqueza de detalhes, o que poderá chocar os leitores mais sensíveis, ao mesmo tempo que nos deixa absortos e interessados em saber o que virá a seguir e como ela conseguirá se livrar de todo mal que estão lhe infligindo.

Belle é uma pesonagem admirável, que nunca perde a esperança e sonha todos os  dias em voltar para casa e reencontrar sua família. Ela é forte e determinada, sempre tentando tirar o melhor proveito das situações adversas que a vida lhe impôs. Apesar de admirá-la por sua força e coragem, também achei que Belle foi um pouco ingênua por nunca quastionar sua mãe sobre o que acontecia nos quartos do andar superior da casa e também por aceitar a prostituição sem tanto esforço para escapar dela. Lembro-me de seus questionamentos, se realmente valeria a pena abrir mão de uma vida "luxuosa" para voltar para casa.

A autora fez um trabalho incrível de pesquisa e conseguiu retratar com detalhes a sociedade da época, mas esse detalhamento me incomodou um pouco algumas vezes. O livro se prolongou além do necessário e a história que tem 560 páginas poderia ser facilmente reduzida a 500 ou até menos. Por causa dessas partes "desnecessárias" demorei mais do que queria para terminar, muitas vezes me sentia desestimulada mas a vontade de saber qual seria o destino de Belle acabou vencendo meu desânimo.

Belle é um livro forte que retrata os horrores vividos por mulheres que são sequestradas e obrigadas a se prostituir. As situações vividas por elas são degradantes e de uma sordidez sem tamanho. A história de Belle me lembrou um  outro li que eu li há pouco tempo, Cruzando o Caminho do Sol. Os dois livros retratam o mercado de mulheres para a prostituição, a diferença é que as histórias acontecem em séculos diferentes, o que só reforça o fato de que esse não é um problema da sociedade atual.

A história de Belle tem continuação, só espero que dessa vez a pobre garota não sofra tanto, um livro já foi mais do que suficiente.

8 comentários:

  1. Tenho vontade de ler esse livro, mesmo com essa ''enrolação'' né. Eu sempre gosto de ler detalhes, a visualização é melhor, mas quando parece que fica pra encher linguiça fica chato. Mas é um tema diferente né.

    Michelle Boyd
    The Little Things

    ResponderExcluir
  2. Oi Caline!

    Ainda não me bateu vontade de ler esse livro.
    Mas uma hora dessas vai...

    Gostei bastante da sua resenha!
    Mas o fato de a avaliação ter sido apenas 3 estrelas, faz com que eu continue um pouco desmotivada para iniciar a leitura... Enfim...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Gostei muito da sua resenha.
    Tenho o livro aqui mas nunca o li, ainda não me animei o suficiente...
    Beijos

    cocacolaecupcake.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Caline!
    A sua resenha está ótima e é a primeira vez que tomo conhecimento que a história terá uma continuação, não sabia disso!
    De certa forma me desanima um pouco. Estou cansada de séries e, se o livro já é cansativo, acho que não seria tão necessário.
    Às vezes os autores se perdem na explicação mesmo, ou em cenas que poderiam ser facilmente cortadas.
    De modo geral, parece ser uma história muito boa. O tema, ao menos, achei diferente e original.
    O que me desanima é o tamanho kkk mas vou pegá-lo para ler sim!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. AAH concordo totalmente com sua resenha! Eu li, mas tambem como voce, achei que a autora faz a Belle sofrer demais, sério, nao gostei de pensar em The Promise, porque é de praxe da Lesley fazer os personagens sofrerem demais :T
    Eu li Roubada e Belle dela :3 nao gosto da descrições mais "queentes" dela tb :S
    Depois que terminei Calafrio, to dooooooooooooida! Adorei a escrita da Maggie <3
    Beijos!
    Pâm
    http://interruptedreamer.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Realmente, o tema desse livro não é encontrado com facilidade por aí, e olhando a capa você nem imagina.
    560 páginas em um livro desse "tipo" é um pouco demais.. Sem nem ter lido já podia perceber várias partes que poderiam ser cortadas!
    Beijo,
    Nic

    ResponderExcluir
  7. Ei Caline, sei que esse livro conta uma história intensa, e eu fiquei fascinada pela doçura da garota na capa, na época do lançamento. Mas com os comentários fui desanimando, não sei se é algo que eu gostaria de ler.
    Não sabia que haveria continuação, espero que não tenha tantos sofrimentos. rsrs

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi flor,
    Tenho o livro aqui e não vejo a hora de ler. A sinopse é daquelas que demonstram intensidade na história e deve msm ser bom.

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.