A Escolha - Nicholas Sparks

Título Original: The Choice
Data de Publicação: 2012
Número de Páginas: 303
Editora: Novo Conceito
Classificação: 
Livro Cedido pela Novo Conceito



Travis Parker possui tudo o que um homem poderia ter: a profissão que desejava, amigos leais, e uma linda casa beira-mar na pequena cidade de Beaufort, Carolina do Norte. Com uma vida boa, seus relacionamentos amorosos são apenas passageiros e para ele, isso é o suficiente. Até o dia em que sua nova vizinha, Gabby, aparece na porta. Apesar de suas tentativas de ser gentil, a ruiva atraente parece ter raiva dele. Ainda sim, Travis não consegue evitar se engraçar com Gabby e seus esforços persistentes o levam a uma jornada que ninguém poderia prever. Abrangendo os anos agitados do primeiro amor, casamento e família, A Escolha nos faz confrontar a questão mais cruel de todas: Até onde você iria manter o amor de sua vida?

Para algumas pessoas os livros de Nicholas Sparks são sempre mais do mesmo. Casais que sofrem muito para ficarem juntos e um final triste (geralmente com mortes) para deixar a história com aquele ar bem dramático típico dos livros de Nicholas. Realmente existe uma receita que de maneira geral se repete em todos os seus livros, mesmo assim as histórias ainda tem seu diferencial como O Melhor de Mim e Uma Carta de Amor que para mim são seus melhores livros.

A Escolha tem uma história doce e trágica, com boas doses de romance e drama e que te dará importantes lições de vida.

O amor que surge entre Gabby e Travis é rápido e intenso, um sentimento que consegue mudar a vida dos dois. Travis um solteirão convicto, da noite para o dia percebe que Gabby é a mulher que ele estava esperando, a mulher com quem ele iria se casar. Gabby uma mulher centrada, racional e métodica abre mão do seu namoro de quatro anos, que sempre pareceu tão perfeito, para viver intensamente cada minuto da sua vida ao lado de Travis.

É incrível a facilidade como os dois percebem que um é o amor da vida do outro. Acredito em amor, mas acho que ele é construído com a convivência e o dia-a-dia. Esse sentimento explosivo e intenso é paixão, é química, mas não amor. Olhar para uma pessoa que você conheceu a pouco tempo e ter certeza que ela é a pessoa com quem você quer passar o resto da vida, é algo muito precipitado e até meio irreal. Mas eu sei que o coração pode nos pegar de surpresa.

O livro é contado em dois tempos: no passado e no presente. O início do livro é subjetivo e entendemos pouca coisa do que se passa, mas quando voltamos nos tempo junto com Travis e suas lembranças começamos a entender tudo o que aconteceu.

Depois de algum tempo juntos a vida do casal sofre um reviravolta, algo trágico e inesperado acontece, Travis terá que tomar uma importante decisão. Durante todo o livro sofremos com sua dor e seu dilema, mas eu tinha fé que o final desse livro seria diferente e que se houvessem lágrimas elas seriam de alívio.

O livro tem uma história bonita e cheia de lições mas está longe de ser um dos melhores do Nicholas. Talvez o problema seja o fato de que eu sempre espero chorar, ficar arrasada, com o coração partido e odiando Nicholas pelo que ele fez com os persongens e se os livros não são assim é como se faltasse alguma coisa, é como se a história não fosse dele.

A Escolha tem uma história emocionante e com muito potencial, mas que se perdeu por se arrastar demais no meio e ser muito corrida no final. Faltou aquele toque especial que consegue prender o leitor do início ao fim, que nos envolve e nos faz torcer para que tudo dê certo

7 comentários:

  1. Enfim, alguém que entende os meus sentimentos com relação ao Sparks. Não entendo quem reclama que os livros dele são todos iguais ou cheios de clichê ou muito melancólicos. TODO MUNDO sabe disso, então quem lê é porque quer esse tipo de história. Eu pego um Sparks esperando chorar, esperando odiá-lo e prometer que nunca mais vou ler nada dele (mesmo sabendo que não cumprirei a promessa). Foi o que aconteceu com Querido John, A última música e Um amor para recordar.

    O relacionamento de Gabby e Travis me lembrou um pouco O Milagre, só que os protagonistas de O Milagre são TÃO LEGAIS que qualquer um fica apagado quando comparado a eles. Concordo com cada palavra dos seus dois últimos parágrafos. Já leu Um homem de sorte? Não gostei dele mais ou menos pelo mesmo motivo. Não me emocionou. Agora, tenho Um porto seguro, O melhor de mim, Diário de uma paixão e O casamento, mas eles já não me despertam tanta vontade pra ler. Acho que vou pegar O melhor de mim, porque você tem a mesma visão que eu e gostou dele. Quero À primeira vista, porque é com Jeremy e Lexie, mas prometi não comprar livros de um autor enquanto não ler todos os que já tiver em casa.

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro Nicholas Sparks, e acho que qualquer coisa que ele escreva eu vou querer ler e gostar, nem se seja um pouco, mas essa coisa do amor rápido é uma marca dele também né, além das mortes, é claro.


    Michelle Boyd
    The Little Things

    ResponderExcluir
  3. Oi Caline,
    Ainda não li nenhum livro do NS, mas fiquei curiosa , para descobrir qual a escolha Travis terá que fazer.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiii!
    Ainda não li nenhum livro do autor, mas já sei que posso esperar muito emoção e tragédia desse livro, como você mesma falou.
    A Escolha sera uma das minhas próximas leituras ^^
    Beijos

    Elidiane - Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  5. Parece que o Sparks está perdendo o jeito da escrita... Eu, particularmente, já desisti dos livros dele há algum tempo, acho sempre a mesma coisa e podem-se notar três coisas em praticamente todos os livros: alguém no exército, problemas com algum dos pais e alguém morre. Sempre.
    Uma pena, pois ele escreve realmente bem. Só falta um pouco mais de criatividade! (minha opinião).
    Beijo,
    Nic

    ResponderExcluir
  6. Oi! Quanto tempo eu não passava por aqui... ;)

    O Nicholas tem aquela formula meio pronta, né? Eu curto muito os livros dele, quando quero ler algo que tenho certeza de que vou gostar, escolho ele. Uns são melhores, ou menos, mas é difícil desagradar...

    Esse aí tá na minha estante! Qualquer dia desses, pego pra ler...

    Bjs!

    http://inescrita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá flor! Até agora só li 2 livros do autor mais tenho vontade de ler todos. Adorei a resenha *-*

    Beijos
    @blogscl
    http://www.sonhando-com-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.