O Segredo de Emma Corrigan - Sophie Kinsella

Título Original: Can You Keep a Secret?
Data de Publicação: 2005
Número de Páginas: 383
Editora: Record
Classificação:

Em O Segredo de Emma Corrigan , Sophie Kinsella segue a receita que fez da série Os delírios de consumo de Becky Bloom sucesso de público - foram mais de 35 mil exemplares vendidos só no Brasil - e crítica. Com humor e muito charme, ela nos apresenta a Emma, uma inglesa perto dos 30 anos, mas longe de uma definição na vida. Na memória ela guarda situações ultraconfidenciais: como perdeu a virgindade enquanto os pais assistiam Ben-Hur na sala de TV, o que pensa sobre o namorado, as peças que prega nos colegas de escritório, seu peso real.
Funcionária Júnior da Panther Corporation, uma empresa de produtos energéticos e esportivos com filiais por toda Grã-Bretanha, Emma vai a Glascow participar da reunião de marketing sobre um novo refrigerante, a Panther Cola. O que parecia uma grande oportunidade profissional se transforma num pesadelo. Como se não bastasse ter derramado a bebida num superior, seu vôo de volta para casa quase cai. Em momentos de tensão as pessoas fazem as coisas mais estranhas. E Emma Corrigan não é exceção. Acreditando estar a um passo de uma morte trágica, ela conta todos os seus pequenos pecados para o passageiro ao lado. Afinal, qual a probabilidade de vê-lo de novo? Ainda mais com vida?
Mas o destino decide brincar com a protagonista: o avião pousa em segurança e o distinto cavalheiro nada mais é que o fundador e presidente da empresa onde trabalha. E além dos segredos pessoais, Emma abriu o verbo sobre todos os colegas da Panther e suas estratégias para enrolar no serviço. Para recuperar o respeito profissional - e voltar às boas com o pessoal do escritório - Emma se mete nas situações mais inusitadas, quase novelísticas. Mas com as quais todas as mulheres acabam se identificando.

Não sei vocês, mas quando vejo algum livro do gênero chick-lit penso logo em uma história divertida, que me fará dar gargalhadas, uma protagonista com algum tipo de problema e um romance bem açucarado. Foi exatamente pensando nisso que escolhi O Segredo de Emma Corrigan como minha leitura em um dia que prometia ser especialmente entediante. Tinha expectativas mas elas não eram tão altas, ainda bem. Depois de me decepcionar com os Delírios de Consumo de Becky Bloom estava me preparando para achar a história mediana, e foi exatamente isso que aconteceu.

O Segredo de Emma Corrigan de Sophie Kinsella poderia ter sido uma boa leitura, mas acabou se tornando uma história longa e cansativa, muito longe do que eu esperava encontrar principalmente em um chik-lit. Não consegui me envolver na leitura, não achei as tiradas engraçadas, não achei o romance fofo e a ideia de alguém contar todos os seus segredos a um estranho (até aqueles mais vergonhosos e bobos) apenas por achar que vai morrer, até agora me parece um absurdo total e como todo livro é baseado nesse momento constrangedor dá pra perceber porque a leitura não fluiu como eu esperava.

Emma foge um pouco dos padrões das personagens de chick-lit que estamos acostumados. Ela tem um emprego (por mais que não o considere o melhor do mundo), tem um namorado lindo (parece com o Ken, sim aquele que é o namorado da Barbie) e juntos eles formam aquele tipo de casal em que todo mundo aposta. Até ai tudo certo, bem melhor do que aquelas mulheres com crise existencial por ter mais de trinta anos, estar desempregada e que não consegue arranjar nem um paquerinha. O problema começa quando ela entra em um avião, acha que ele vai cair e em uma crise de pânico conta todos os seus segredos para o homem que está sentado na poltrona ao seu lado. Achei isso meio surreal. Sinceramente, você consegue se imaginar em uma situação como essa? Eu consigo me imaginar gritando, chorando, tendo uma ataque de pânico seguido de falta de ar, desmaiando e até correndo no corredor do avião feito uma louca, mas contar meus segredos pra um estranho??? Não mesmo.

Não posso negar que os segredos são bem interessantes e até engraçadinhos, talvez seja a única parte realmente divertida de todo o livro: as situações constrangedoras que ela passa por causa dos segredos que  acabou revelando sem querer.

Jack, o cara do avião, tem um charme irônico e divertido e eu quase fui completamente fisgada por seus encantos. Mas ele escondia um segredo e sinceramente fiquei com muita raiva por ele saber tudo sobre a vida de Emma e não querer dividir um pouco da sua vida com ela. E eu não estou falando apenas de segredos, estou falando de tudo. Ele era gentil, educado, compreensivo e apaixonante, mas também era reservado e misterioso.

O final do livro é muito corrido, quando as coisas começam a ficar legais e interessantes a história termina. Se o livro tivesse algumas folhas a menos no meio e algumas a mais no final minha opinião poderia ser diferente.

Todo mundo sabe que os livros da Sophie são adorados e quando comecei a escrever essa resenha dei uma olhada nas opiniões em outros blogs. Sério, fiquei me sentindo uma estranha porque todo mundo amou o livro e eu passei muito longe disso. São tantos elogios que quase comecei uma releitura dele pra tentar ver o livro por outra ótica. Mas esse não é primeiro livro da Sophie que não me conquista, achei Becky Bloom uma chata. Estou começando a achar que o meu problema é a escrita da Sophie, todo mundo acha graça do que ela escreve e eu fico na expectativas das gargalhadas que nunca vem.

A Sophie tem mais uma chance comigo, consegui uma troca no Skoob e recebi Menina de Vinte. Não estou muito ansiosa para começar, mas espero que quando acontecer as impressões ruins fiquem para trás.

11 comentários:

  1. Na minha opinião esse é um dos melhores livros da Sophie! Uma pena que você não tenha gostado. E acho Menina de vinte um "saco" então se não gostou desse não tem muitas chances com o outro hahahah. Uma boa leitura é Fiquei com o seu número, se puder leia também :)
    Beijo,
    Nic

    ResponderExcluir
  2. Bah, eu tô doida pra ler a série da Becky, por que amei o filme, mesmo dizendo que é diferente do livro, fiquei super curiosa pra ler. Pena que esse outro livro da Sophie não te agradou muito ;/ Amo chick-lit's e são raros os que não me agradaram que eu li, se é que teve algum '-'

    Beijos ;}
    http://mon-autre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Caline, que pena que você não gostou da leitura! Eu li esse livro há alguns anos, mas na época eu ria de faltar ar! rsrs
    Lembro até hoje com carinho a história, foi uma leitura que fez certa diferença no momento que estava vivendo.
    Não sei o que acharia dela hoje, até porque concordo que a Becky é uma chata.

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Caline!
    Nossa, eu ADORO esse livro haha Sim, eu ri horrores, ri alto e um pouco mais. Mas entendo, acho que é muito questão de gosto mesmo. Acontece comigo, às vezes um livro que todo mundo ama, eu acabo não gostando.
    Nunca li nenhum livro da Becky e por mais que eu adore a Sophie em seus outros livros, não tenho muita vontade de iniciar a série.
    Tudo bem que é difícil acreditar que a pessoa vai contar todos os segredos mais íntimos para um estranho em um momento desses, mas existe cada doido no mundo que eu não duvido de muita coisa haha e achei a loucura da Emma encantadora. Fora que sim, me apaixonei pelo Jack, ele parece o típico cara legal que aturaria com bom humor as maluquices da protagonista.
    Ahh, tenta o Menina de Vinte simmm! Eu diria que é quase impossível você não gostar, mas como você não é tão fã assim da Sophie talvez aconteça, não sei rs Da minha parte, eu amei. É uma história que até hoje me traz uma sensação muito boa, sempre que recordo!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Ei Caline!

    Ahhh... eu já esperava, rs.
    Mas a Sophie me diverte porque as histórias são absurdas.
    Nada dos livros dela podem acontecer e acho que é por isso que muita gente gosta dela.

    Mas concordo que o final é corrido e ela sempre peca nisso. Os livros dela, principalmente os que não são da série Becky, acabam de uma vez.

    E Menina de Vinte não é um dos meus favoritoooos, então pode ser que você goste =P

    Bjins

    ResponderExcluir
  6. Bueno, tem que ler pra ver, mas é isso ae, livros bons e livros nao tao bons... mas mesmo assim um dia se tiver a oportunidade, talvez eu leia.

    ResponderExcluir
  7. Nossa sempre me disseram que esse é um dos melhores dela. Só li um da autora e amei (me disseram que era o mais fraco dela) então fiquei muito ansiosa para ler os outros.
    Mesmo com sua resenha vou ler esse livro já que o tenho aqui em casa. :)
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  8. Embora ame os livros Sophie Kinsella, parece que eles não são, mesmo, pra você. Como eu sempre digo, a vida é muito curta para ler livros chatos, então, se você não gosta, desapega e vai ser feliz com outros autores. Cada um tem um tipo de humor, eu adoro os exageros e as protagonistas loucas dela.

    Menina de Vinte é um pouco diferente dos outros. Menos engraçado, menos exagerado e mais fofo. Até me emocionei no final. Espero que, nessa última tentativa, você goste.

    ResponderExcluir
  9. Ah, que pena.
    Mas espero que você goste de Menina de Vinte. Ainda não li nada dela, mas quero comprar Lembre-se de Mim, que realmente me deixou curiosa depois de ler o primeiro capítulo. Veremos. :)

    Beijos!
    Nayá

    ResponderExcluir
  10. Eu nunca li nenhum livro dela acredita?! Eu marquei dois livros dela pra ler esse ano em um desafio que estou participando: Fiquei com seu número e Quem vai dormir com quem, mas sua resenha me desanimou, UHAUAHUAHUA sempre leio coisas lindas sobre o livro, mas essa coisa do segredo eu também não curti não.

    Michelle Boyd
    The Little Things

    ResponderExcluir
  11. Oi Caline!
    Eu gostei desse livro, mas esperava bem mais devido às resenhas que li.
    De um modo geral, achei a história divertida e fofa.
    Acho que eu também tenho problemas com essa autora. Pois, eu acho as personagens dela extremamente irritantes e fúteis. Eu detestei a tal Becky Bloom! Ainda bem que não fui a única! Hehe!
    Beijos!!

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.