A Resposta - Kathryn Stockett

Título Original: The Help
Data de Publicação: 2011
Número de Páginas: 574
Editora: Bertrand Brasil
Classificação: 

Uma história de otimismo ambientada no Mississippi em 1962, durante a gestação do movimento dos direitos civis nos EUA.
Eugenia Skeeter Phelan acabou de se graduar na faculdade e está ansiosa para tornar-se escritora, mas encontra a resistência da mãe, que quer vê-la casada. Porém, o único emprego que consegue é como colunista de dicas domésticas do jornal local. É assim que ela se aproxima de Aibellen, a empregada de uma de suas amigas. Em contanto com ela, Skeeter começa a se lembrar da negra que a criou e, aconselhada a escrever sobre o que a incomoda, tem uma ideia perigosa: escrever um livro em que empregadas domésticas negras relatam o seu relacionamento com patroas brancas.
Mesmo com receio de prováveis retaliações, ela consegue a ajuda de Aibileen, empregada que já ajudou a criar 17 crianças brancas, mas chora a perda do próprio filho, e Minny, cozinheira de mão cheia que, por não levar desaforo para casa, já esteve por diversas vezes desempregada após bater boca com suas patroas. Uma história emocionante e estarrecedora onde a cor da pele das pessoas determina toda a sua vida. Um livro que, devido ao seu tema, chegou a ser recusado por quase sessenta editoras antes de ser publicado. Antes mesmo que A Resposta virasse filme e que as pessoas dessem alguma atenção a ele aqui no Brasil, aquela capa com duas mãos - uma negra e outra branca - entrelaçadas já tinha chamado minha atenção, ela representa com perfeição a essência desse livro.

A Resposta de Kathryn Stockett é um livro corajoso, com um assunto forte e que por essa razão poderia se tornar uma leitura sobrecarregada e muito triste, mas a narrativa é cheia de humor e consegue tratar de assuntos delicados e tabus de forma leve e bem-humorada, mas sem deixar que a mensagem principal do livro se perca.

Três mulheres se revezam narrando os eventos de quase dois anos em Jackson, Mississipi. Skeeter, Aibileen e Minny, mulheres comuns, mas que estão dispostas a dar um passo extraordinário que pode mudar as suas vidas e de muitas outras pessoas.

Skeeter é uma jovem branca que teve como babá uma senhora negra por quem desenvolveu grande afeto. Aibileen e Minny são empregadas domésticas negras que precisam suportar o preconceito na casa de seus patrões, nos estabelecimentos comerciais da cidade e nas ruas. Em Jackson ser negro é motivo de vergonha e todas as pessoas de cor merecem ser tratadas de forma diferente.

Essas três mulheres aparentemente tão diferentes - apesar de Aibileen e Minny serem amigas elas tem personalidades extremamente opostas - se reunem para realizar um projeto clandestino e que pode colocar suas vidas em perigo: escrever um livro sobre o preconceito racial em Jackson.

O livro é narrado de forma bem-humorada e comovente, evitando que por se tratar de um tema complexo e pesado a leitura se tornasse sobrecarregada e dramática demais. As histórias e peripécias de Minny ganham destaque no livro, principalmente no final quando ela enfim revela o que fez de tão horrível com sua ex-patroa. Jamais passou pela minha cabeça o que era. Foi uma surpresa nojenta e muito engraçada.

O final não foi perfeito, não foi clichê e não teve felizes para sempre. Foi agridoce, sutil, mas realista e me conquistou ainda mais por isso.

13 comentários:

  1. Não sei se compraria esse livro, mas a sua resenha (apesar do comentário do final) simplesmente me deixou com vontade de lê-lo.
    Espero gostar assim como você gostou.

    Adorei o teu blog e estou te seguindo.

    Beijos.
    #No mundo fantástico de Carol.

    ResponderExcluir
  2. Ei Caline,

    Eu amei este livro, entrou no meu top 10. =]
    Eu me revoltei com algumas atitudes, amei as protagonistas, enfim, livro muito lindo.

    bjs

    ResponderExcluir
  3. OIe Caline
    eu até me interessei pelo livro quando ele lançou, mas o número de páginas tinha me desanimado rs
    ainda assim, o enredo traz um assunto bastante atual - como o preconceito - e a autora parece trabalhá-lo perfeitamente. Espero ter a oportunidade de lê-lo este ano.
    bjos e feliz 2013

    ResponderExcluir
  4. Gostei gostei e tenho que colocar na minha lista de futuras leituras \o

    ResponderExcluir
  5. É o livro que deu origem ao filme com a Emma Stone? Porque eu vi o trailer e amei, achei a história fantástica!

    http://www.thelittlethings2you.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. O tanto que já vi desse livro por aí já me deixou super curiosa para ler. Tanto que eu to adiando totalmente ver o filme porque quero muito ver como a autora conseguiu colocar temas tão pesados em uma narrativa leve e bem-humorada. :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  7. Eu ainda não tinha ouvido falar desse livro, mas parece bacana. Não seria uma escolha óbvia pra mim, mas quem sabe um dia não o leia? :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oii!!
    Nossa um triste e as mesmo tempo bem humorado gostaria de lê-lo!
    Parabéns pela resenha, você conseguiu me passar a história do livro muito bem! Eu gostei! :)
    Beijos

    ELidiane - Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  9. Eu amei tanto esse livro que recomendo pra todo mundo e fico muito feliz quando vejo alguém que gostou. E acho maravilhosa essa capa da primeira edição, pena que a minha é a do filme.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Caline!

    Ainda não conhecia esse livro, parece muito bom, sendo narrado de forma bem humorada, apesar do tema triste! Gostei!

    Bom saber que você gostou tanto assim!

    Beijos,
    Inara - http://www.lerdormircomer.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Caline, ouvi falar muito dessa história quando o filme foi lançado. Mas vamos concordar, que capa sem graça! rsrs
    Eu tenho curiosidade de ler essa história, parece tratar de um tema pesado com bastante leveza.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Ehhhhhhhhhh...
    Este a gente combinou!
    Também amei a história! Até o final meio estranho. Me divertia com a Minny e morria de vontade de bater naquele marido dela.

    Agora quero ver o filme ;)

    Bjins

    ResponderExcluir
  13. Oi, Caline,

    Não conhecia esse livro. Parece bom, vou anotar pra não esquecer!

    Beijo.

    Livros, Bobagens e Guloseimas!
    @Livrosbg

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.