Sessão Pipoca - Um Homem de Sorte (2012)


Uma foto. Duas vidas que se cruzam de forma inesperada.


Um Homem de Sorte é a adaptação do livro homônimo de Nicholas Sparks. A história é focada em Logan Thibault  um fuzileiro naval que em meio a uma batalha no Iraque encontra a foto de uma mulher desconhecida e a partir de então tem sorte em tudo o que faz. A foto, que ele passa a carregar sempre, salva sua vida várias vezes, algo que não tem como ser explicado de forma racional, um milagre. 
Ao ser dispensando Logan resolve atravessar o país a pé para encontrar a mulher da foto e lhe agradecer pelo que aconteceu.


A misteriosa mulher é Beth, dona de uma canil, irmã de um fuzileiro morto na guerra e mãe solteira, tem uma avó que é um doce e um ex-marido que a persegue e não deixa que ela siga em frente com sua vida.
Ao chegar no canil Logan descobre que existe uma vaga de emprego. Incapaz de contar a verdade, Logan aceita o emprego e acaba se apaixonando.

Tenho sérios problemas com adaptações porque de um modo geral elas sempre deixam a desejar, seja na falta de cenas importantes ou no excesso quando coisas que nunca existiram são acrescentadas. No caso de Um Homem de Sorte o roteiro conseguiu ser bastante fiel ao livro. É claro que muitas coisas tiveram que ser cortadas, mas a essência da historia estava lá do jeitinho que Nicholas a criou no livro.

O mais interessante é que eu considero esse um dos livros mais fraquinhos do Nicholas, mas adorei o filme. Tive sérios problemas para aceitar que uma pessoa atravesse o país CAMINHANDO em busca de alguém que nunca viu na vida, apenas por causa de uma foto. Além disso a forma como ele descobriu quem ela era e onde ela morava foi altamente eficiente e quase impossível. Mas no filme essas coisas não parecem tão inverossímeis. Não sei se foi porque eu me perdi na beleza do Zac Efron (piriguetagem cinematográfica) ou se foi porque os atores tiveram uma química incrível, a questão é que eu curti bastante e dei vários suspiros, coisa que não passou nem perto de acontecer enquanto eu estava lendo.


Li algumas críticas sobre a atuação de Zac Efron no papel de Logan. Muitos o acharam sério demais, travado, robótico e muitas vezes sem expressão. Mas o que a maioria dessas pessoas não sabem é que o Zac conseguiu ser exatamente como o Logan criado por Nicholas. O Logan é calado, introspectivo, tem uma personalidade fechada que não permitia saber o que ele estava pensando e sentindo, inclusive esse foi um dos motivos pelo qual eu não consegui me envolver completamente com a história. Acho até que o Logan do filme é mais comunicativo e interessante do que o do livro. 

Um Homem de Sorte é um filme água-com-açúcar, cheio de clichês, que tem como pano de fundo para a história um evento trágico, mas que não chega a nos emocionar. Talvez o grande defeito do filme ou da história de um modo geral tenha sido exatamente esse. A gente suspira, mas não é por causa da história de amor entre Logan e Beth, mas por causa das cenas apaixonadas entre os dois. Falta aquela história de amor, aquele romance que emociona, que envolve e que faz sonhar. 


Adorei o filme por não esperar tanto dele - já falei que não curti muito o livro - mas os atores podiam ter feito muito mais pela história do que o próprio Nicholas fez, dando vida e emoção aos personagens e recriando a história de uma forma mais emocionante e envolvente. Assista sem grande expectativas e se já leu o livro tente não fazer muitas comparações, garanto que a diversão será garantida.



Curiosidades:
  • Cinemas em instalações militares receberam uma exibição extra antes dos cinemas em geral.

Título: Um Homem de Sorte
Título Original: The Lucky One
Origem: EUA
Ano de produção: 2102
Gênero: Drama
Duração: 101 min
Direção: Scott Hicks
Classificação:

7 comentários:


  1. Ei Caline!

    Eu sou a pessoa mais enrolada do mundo! Leio os livros e não vejo filme nenhum, rs. Acho que fico com preguiça pq já sei o rumo da história.

    Neste caso, ainda não fiz nenhuma das duas coisas (e olha que eu tenho o livro). Mas acho que por este não ser um livro tãooo bom do NS (depois de todos os comentários que já vi por aí) estou seriamente pensando em assistir o filme (e piriguetar, né, rs).

    BJins

    ResponderExcluir
  2. Olá Caline,

    Gostei da resenha, apesar de nunca ter lido nenhum livro do autor Nicholas Sparks, já assisti uma adaptação para o cinema de uma obras sua: "Querido John". Talvez mais por causa da Amanda Seyfried, mesmo assim, mesmo não curtindo muito filmes água-com-açúcar, gostei da história.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Caline!
    Eu não acho que o Zac Efron tenha sido exatamente o ideal para o papel, por ser bem mais novo do que eu imaginava, o Logan para mim já era um homem feito, adulto, mais velho. O imaginava perto da casa dos 30, um veterano de guerra. Mas, sim, concordo com você. O Zac o interpretou bem e rebati essa questão que alguns apontaram em relação a ele da mesma forma que você fez no seu review. O personagem do Logan era assim: calado, introspectivo, um homem de poucas palavras e emoções contidas. Não tem como mudar isso e tentar criar algo diferente, não é?
    Agora a história em si, realmente não é muito crível rs Não entendo porque raios ele teria que cruzar o país a pé e não simplesmente pegar um avião, ou carro né haha Não faz muito sentido.
    Também não senti muita emoção nesse livro, nem no filme, na verdade. É mais uma leitura despretensiosa e um filme legal para passar o tempo, mas que não devemos esperar muita coisa.
    Também senti uma certa mudança na personalidade do Clayton. No livro ele era mais malvado. No filme enalteceram um pouco, talvez por causa do que iria acontecer ao final, mas ainda assim acho que deviam ter mantido.
    No geral, porém, conseguiram manter a essência do livro.
    Gostei do review!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi flor!
    O filme parece ótimo! Espero que a adaptação seja tão boa quanto o livro..
    Beijos
    Amanda
    leiturahot.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Ei Caline, eu li esse livro e gostei, me entreteu bastante, apesar de ser mediano. E tenho que confessar que só o passei na frente dos outros porque assisti ao trailer, que parecia ser bom. Agora preciso ver o filme, não acho que vai ser uma maravilha, mas não deve ser ruim.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oie Caline
    amei o seu blog, muito fofo o layout. Obrigada pela visita lá no blog, já estou seguindo aqui!!
    Eu ainda não li o livro, e não assisti ao filme, mas garanto que estou mais inclinada a assistir primeiro rs
    Tmb achei muito estranho quando li que ele ia atrás da mulher só pela foto...como assim Bial? rs se eu acho a foto de alguém na rua, vou é rasgar rs
    Mas tirando isso, pensei que este seria o melhor livro do Nick, por isso comprei na época, mas tá lá mofando na estante rs
    Eu sou completamente apaixonada pelo Zac *_* ele é tão lindo , que eu acho que mesmo repleto de chichês, vou me deixar levar pela beleza dele igual a você rs
    bjos

    ResponderExcluir
  7. Ah, eu gostei do livro. Acho que por ser bem menos dramático e porque passei o livro inteiro querendo que a pessoa que fosse morrer dessa vez fosse a pessoa que realmente morre no final. Acho que eu precisava de um livro leve e bonitinho, aí li esse livro. Eu curti. :)
    Ainda não vi o filme, mas eu vou... um dia.

    Beijos!

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.