Tudo Que Ela Sempre Quis - Barbara Freethy

Título Original: All She Ever Wanted
Data de Publicação: 2012
Número de Páginas: 320
Editora: Novo Conceito
Classificação:


Ela era a melhor amiga deles, ou assim eles pensavam — até anos mais tarde, quando seus segredos os levam a uma perigosa busca pela verdade sobre quem ela realmente fora... e por que morrera... Dez anos atrás, em uma festa louca, a linda e estonteante Emily caminhava para sua morte, deixando seus três melhores amigos e suas "irmãs" — Natalie, Laura e Madison — devastados. Nenhum deles esquecera aquela noite — ou o papel que cada um teve na morte de Emily, a culpa que os persegue e a perda que ainda sofrem. Agora, um escritor desconhecido entra na lista dos livros mais vendidos com um romance similar à história deles. Quem é ele? Como ele sabe os detalhes íntimos de suas vidas? E por que ele está acusando um deles como assassino? Quando eles começam a desvendar a verdade sobre a amiga em comum, irão redescobrir um amor que ela perdeu há muito tempo e descobrir segredos que vão mudar sua vida para sempre...

Tudo Que Ela Sempre Quis de Barbara Freethy é um misto de romance e mistério, ingredientes suficientes para me conquistarem, pelo menos era isso o que eu pensava. Comecei a leitura cheia de expectativas principalmente depois de ter lido tantos elogios sobre o livro e até algumas comparações com Pretty Little Liars, mas a verdade é que a narrativa não me envolveu, os personagens não me cativaram e a leitura se tornou monótona e arrastada.

O livro é contado sob o ponto de vista de vários personagens, cada um vê o que aconteceu na noite da morte de Emily por um ângulo diferente e assim vamos montando um panorama geral para tentar desvendar o mistério.
São muitos personagens e apesar de todos eles terem uma ligação entre si, cada um tem sua própria história para contar. Natalie e o romance que não deu certo com Cole, Laura e seu casamento conturbado com Drew, Madison e sua vida aparentemente perfeita. As histórias de cada um deles e seus destinos depois da morte de Emily parecem ser bem interessantes, mas o livro não tem espaço para se aprofundar em cada personagem e suas histórias, no final percebi que não consegui me envolver com nenhum deles por que conheci um pouco de cada um, mas nenhum de forma mais profunda e detalhada.

O mistério é o grande trunfo do livro. Quem escreveu Fallen Angels? Será que Natalie realmente foi a culpada pela morte de Emily? São essas perguntas que vão norteando toda a história do livro. As pistas vão surgindo e começamos a desconfiar de algumas pessoas.
Depois de algumas páginas a identidade do assassino e do autor do livro parecem óbvias, todas as pistas apontam para essa pessoa, mas a autora resolve nos surpreender ao revelar que o vilão é alguém que nós jamais iríamos imaginar. Na minha opinião isso foi um grande erro. Todas as evidências apontavam para uma certa pessoa e de repente tudo muda, é como se todas as pistas fossem falsas e tivessem sido colocadas de forma aleatória para criar uma história com um final que surpreendesse o leitor, mas comigo o efeito foi inverso posso até ter me surpreendido, mas me senti enganada e achei um absurdo o desfecho que ela deu.

Apesar do mistério em torno da morte de Emily ser o ponto principal do livro, temos um pouco de romance para tentar adoçar e apimentar as coisas. Natalie e Colie são os responsáveis por essa parte da história. O romance entre os dois começou na faculdade, mas azedou um pouco antes da morte de Emily. Quando eles se reencontram para tentar descobrir quem é o autor do livro, percebem que o tempo não consegui apagar o que sentiam. Apesar de protagonizarem cenas bem calientes acho que faltou um pouco de intensidade nos sentimentos, algo que fosse além da atração fisica. Não gostei deles como casal porque se era para eles protagonizarem um romance que fosse algo mais bonitinho, não estou dizendo que a cenas mais quentes não foram legais, é só que faltou mais romantismo na coisa toda.

Cheio de reencontros, desconfiança e coincidências, Tudo Que Ela Sempre Quis tem grandes lições sobre família, casamento e principalmente sobre a amizade. Madison, Laura e Natalie mostraram que quando a amizade é verdadeira nem mesmo o tempo ou a distância consegue apagá-la. Apesar de terem ficado longe durante 10 anos elas ainda se conheciam e se entendiam mesmo com personalidades tão diferentes e se tratavam de forma natural como se nunca tivessem se separado.

Se para a maioria esse livro foi uma leitura rápida e agradável, para mim foi entendiante, cansativo e decepcionante (pelo menos o final). Algumas partes se salvaram, como o pseudo-romance entre Madison e Dylan e também a forma como a autora mostrou que Emily apesar de ter sido uma garota doce, não era perfeita, ela tinha muitos problemas e cometeu erros que direta ou indiretamente foram responsáveis pela sua morte prematura.

Apesar de não ter gostado muito do livro, acho que vale a pena vocês conferirem e tirarem suas próprias conclusões, as resenhas que eu encontrei na blogosfera e no skoob são só elogios ao livro.

11 comentários:

  1. Ei Caline,

    Eu tinha lido mesmo alguns elogios sobre ele e achei a historia com suspense bem legal, mas ainda não li.
    Espero gostar, mas quando os personagens não são bons a historia não anda mesmo.

    bjos

    ResponderExcluir
  2. Lembra muito Pretty Little Liars.

    Adorei a resenha, seu blog é giro!

    Beeeijo!

    Adoraria se me seguisse!

    ResponderExcluir
  3. Eu me interessava mais pela vida da Laura do que no mistério... e achei o romance de Natalie e Cole tão forçado! Assim, forçado não... mas achei que eles voltaram a ficar juntos rápido demais. Foi fácil demais. Você também teve essa impressão?

    Enfim, eu esperava mais.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  4. Bah, que pena que a leitura desse livro pra você foi decepcionante :/ Comigo foi ao contrário, fui toda elogios a ele, a leitura me envolveu e muito e não queria parar de ler e saber o final, achei os personagens bem construídos, sem dar tanto foco num só romance ><

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  5. Pena que você não gostou! Pela sinopse o livro parece ser legal! Não sei porque, mas lendo a sinopse eu lembrei de Pretty Little Liars (#doida)

    Flor, o meu blog se chamava Chick-lit Obsession, mas agora eu passei para o Wordpress e troquei o nome para Sanduíche de Palavras! Se você puder fazer uma visitnha, eu vou amar! ^^

    http://sanduichedepalavras.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  6. É uma pena que não tenha gostado da leitura. Mas por ser um suspense, vou dar uma chance ao livro quando for póssivel.
    Resenha excelente, bem sincera!

    Lucas / Era uma vez

    ResponderExcluir
  7. Oi Caline, pelo visto sua opiniao divergiu bastante da maioria, é uma pena quando não gostamos do livro. Já vi tantos comentarios positivos que estava bem curiosa para ler, agora fiquei um pouco em dúvida.
    De qualquer forma, não posso comprar nada mesmo ;x rsrs

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Ah, eu sinto muito que você não tenha apreciado tanto a leitura desse livro, a estória continua me chamando a atenção e quero mesmo ler muito só pra saber que fim tem tudo isso. Gostei da sua opinião sincera na resenha.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  9. Poxa, que pena que você não gostou tanto do livro. :/ Acho que você é a primeira pessoa que eu vejo falando isso, Caline. Eu estava super empolgada, mas agora já vou com um pézinho atrás para não me decepcionar (muito).

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  10. Que pena que o livro te decepcionou, eu gostei muito dele. O final, realmente, poderia ter sido melhor, mas a leitura me prendeu do início ao fim e amei o romance Natalie/Cole.

    ResponderExcluir
  11. Mais uma pessoa que não gostou do livro, toca aqui! o/ Entediante é, com certeza, a palavra certa. Achei o romance forçado e sem sentido. O suspense que foi a parte boa, ficou totalmente de lado, uma pena. :(

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.