Cheio de Charme - Marian Keyes

Título Original: This Charming Man
Data de Publicação: 2010
Número de Páginas: 784
Editora: Bertrand Brasil
Classificação:






Quatro mulheres diferentes. Um homem terrivelmente sedutor. E o segredo sombrio que conecta a todos. Esse é Cheio de Charme. A estilista Lola tem todos os motivos para chocar-se com a notícia do casamento: apesar de ser a namorada do cara, ela não é, definitivamente, a noiva. Já a jornalista Grace conheceu Paddy há muito tempo, mas por algum motivo não consegue esquecê-lo. Marnie, casada e com filhos, não tira da cabeça o político conquistador, seu amor adolescente. E Alicia, a noiva, fará de tudo para preservar seu reinado.


Escrito de forma brilhante e com muita sensibilidade, Cheio de Charme de Marian Keys foi tudo o que eu não esperava e por isso mesmo foi melhor ainda (se é que vocês me entendem). A sinopse com poucas informações e o título "fofinho" não me preparam para as fortes emoções e os exemplos de superação, garra e força que eu encontrei nas mulheres que contaram suas histórias nesse livro.

Cheio de Charme não é um chick-lit leve e descontraído como alguns outros livros da Marian, mas também não é uma leitura tensa e dramática demais. É um livro que trata de assuntos polêmicos que fazem parte da realidade de muitas pessoas por isso tem uma carga emocional muito grande, mas foi escrito de forma tão incrível que além dos problemas e das dificuldades pelas quais as personagens passam, também acompanhamos seus recomeços e suas superações.

A história foi narrada sob o ponto de vista das quatros mulheres, em capítulos alternados, mas apenas três vozes - Grace, Lola e Marnie - são dominantes. A cada capítulo conhecemos um pouco mais da história de cada uma e a participação de Paddy na vida delas.

Falando em Paddy, ele é a única coisa em comum entre essas mulheres, a semelhança acaba ai. São mulheres com personalidades e ideais completamente diferentes, formadoras de opinião e com influência na sociedade, mas também são mulheres comuns, cheias de dúvidas, medos, anseios, sonhos, como eu, como você e por isso mesmo são tão reais. É impossível não simpatizarmos e nos envolvermos com suas histórias de vida.

Lola foi a mais irritante, pelo menos no início. Fiquei sem paciência com toda aquela lamúria dela por Paddy ter escolhido outra mulher para se casar. Ela sofre, chora, se humilha, entra em depressão, faz um monte de burrada no trabalho, vai atrás dele, se humilha, chora e fica ainda mais deprimida.
Como no início da história ela fica a maior parte do tempo sozinha, somos obrigados a acompanhar os seus pensamentos auto-depreciativos e sua tentativa de acreditar que Paddy vai ligar e dizer que tudo não passa de um engano. Quando ela decide sair e interagir com outras pessoas, os capítulos com ela começam a ficar bem mais interessantes.
Um vizinho estranho e que parece esconder um segredo muito importante, reuniões de cross-dressers, envolvimento com um surfista lindo de morrer e mais infantil que um garoto de 5 anos. O fato de Lola dar uma chance a si mesma e recomeçar, nos estimula a querer conhecer e participar cada vez mais de sua nova vida.

Marnie foi a personagem mais dramática do livro. Ela tem uma família linda, um marido maravilhoso, mas é uma mulher cheia de dúvidas em relação a si mesma e que não tem amor-próprio. Na verdade é como se ela não soubesse quem é ou o que quer da vida. Sempre teve uma personalidade meio depressiva e uma auto-estima muito baixa.
Foi muito angustiante acompanhar ela se autodestruindo, perdendo tudo que tinha de mais valioso e chegando ao fundo do poço. O pior é que mesmo vivendo uma situação insustentável, ela não admitia que tinha um problema, que era doente e que precisava de ajuda.
Sofri muito junto com ela, por ela e torci para que no final as coisas terminassem perfeitas. Mas esse é um livro de Marian Keys e o mundo real é muito próximo ao que está nas páginas dos seus livros. Queria muito mais para Marnie, um final cor-de-rosa, e apesar de não ter sido exatamente assim, o final de sua história foi muito linda, uma lição de vida.

Grace foi minha personagem predileta. Gêmea de Marnie ela foi tudo o que a irmã nunca conseguiu ser: forte, decidida e corajosa. Assim como as outras mulheres também escondia um segredo envolvendo o desejável Paddy, mas diferente delas, ela conseguiu seguir em frente. Com inteligência e muita coragem elaborou uma plano de vingança fantástico e mostrou que essa história de mulher se tratada apenas como sexo frágil é a coisa mais absurda do mundo, ainda mais quando se reúne várias delas em um plano de vingança.

Um livro lindo, tocante, doloroso, envolvente, apaixonante.
Cheio de Charme é um "tijolo" com 784 páginas, mas não se assustem com o tamanho, vocês nem vão sentir o tempo passar, quando perceberem já estarão virando a última página e quando terminarem irão sentir um aperto no peito e uma vazio enorme.
Essas mulheres, suas lutas, superações, amores, desamores, decepções e recomeços vão lhe mostrar que a vida sempre te dá uma segunda chance e que cabe apenas a você aproveitá-la.

15 comentários:

  1. Sou louca por esse livro!
    Adoro os livros da Marian, pena que são caros pra caramba e que sempre acabo perdendo as promoções maravilhosas que os sites fazem vez ou outra.
    Espero poder colocar minhas mãos nele em breve! *--*

    ResponderExcluir
  2. Sou louca para ler os livros da Marian Keyes mas sempre acho muito caro hahah a única vez que estava uma promoção ótima na americanas cada um por 19,90 não sei pq não comprei... que arrependimento.
    Eu geralmente fico irritada com personagens que não se valorizam, que correm atrás de algum homem como se eles fossem o último do mundo dependendo deles para viver... e sempre torcendo para elas cairem na real e darem a volta por cima hahahah :p

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela resenha, ótima!!!
    Nossa eu amo ler os livros da Marian, e sempre sempre eu me surpreendo com eles!!!
    Já li alguns que foram lever e outros nem tanto, como Férias...Com ctz essas heroínas devem ser super mulheres! Quero mto ler!!! =]
    Bjo FRAN

    ResponderExcluir
  4. Tive a sorte de encontrá=lo por menos de 15 reais o/
    :D Estou louca pra ler. Nunca li nada da Marian, mas acho que começo por este...


    Beijos,
    Lariane - Leituras & Devaneios

    ResponderExcluir
  5. Oii!
    Eu tenho esse livro em inglês e ainda não li! Adoro a Marian Keyes, os livros dela são ótimos e felizmente ela saiu da depressão e voltou a escrever! O próximo livro dela é da família Walsh! Não vejo a hora de ser lançado por aqui!
    Adorei sua resenha, ficou liiinda! Vou ler em breve esse livro! :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Ei Caline,

    Eu também amei este livro, gostei muito também do mais novo da Marian. A estrela mais brilhante do céu é tão bom quanto este.
    Eu gostei de Lola e Grace, mas achei a Marnie um porre rsrs.

    bjos

    ResponderExcluir
  7. Ai, que bom que você gostou do livro Caline! Já li alguns da Marian mas não virei assim tão fã, espero que goste também. Comprei ele em uma super promoção da Americanas, estou louca para ler.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Estou simplesmente pirando por esse livro... Amo a Marian! Leitura obrigatória :)

    Beijos,
    Natalia Leal
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Estou maluca por esse livro, não posso esperar para tê-lo em mãos! Marian é minha favorita, considero seus títulos de leitura obrigatória!

    Beijos,
    Natalia Leal
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olha, faltou pouco para eu jogar o Um Dia na parede. UAHUAUAHUA, mas eu acabei gostando.
    Ainda não li nada da Marian Keys, mas já comecei a ler uma vez, roubei da minha irmã, eu gostei dessa resenha, sobre cada personagem e tudo o mais, me fez ter vontade de ler logo.

    Beijos.

    http://tudotemrefrao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Ainda não li, mas morro de vontade!
    Minha amiga amou e vive falando dele pra mim, haha.

    Adorei a resenha!

    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Já li Casório da Marian e curti bastante. Foi engraçado, mas a protagonista e suas costantes perguntas sobre seu corpo e personalidade me irritaram. Não gosto de personagem excessivamente insegura. Mas não posso negar que é hilário e a leitura foi rápida, apesar de grosso como Cheio de charme. Bom, eu quase pedi Cheio de charme pra Bertrand, mas fiquei com medo das 700 páginas. Tenho outros de parceria e hesitei em ficar estagnada por semanas em um só! Será meu proximo pedido, ainda bem que li sua resenha e agora sei que ele é muito bom. :)
    Ah e respondendo sua pergunta: eu costumo ler 50 páginas do livro, assim que ele chega aqui pra eu ver se gosto da narrativa. O que eu mais gostar eu começo e o segundo que mais gostar será a proxima leitura e assim vai, haha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?

    Meu nome é Daiane e estou visitando a sua página a fim de lhe convidar para conhecer o meu blog, "Escritos e Vida". Nele há resenhas literárias, contos, opiniões e escritos que escrevo sempre que quero "parir" um texto. Espero que possa conhecer minha página e, quem sabe, seguir meu blog, para que assim possamos trocas experiências e interpretar a vida através de vários focos. Afinal, assim aprendemos sempre.


    Escritos e Vida

    www.escritosevida.blogspot.com

    Atenciosamente,

    ResponderExcluir
  14. Eu tenho Cheio de Charme aqui há alguns meses e ele tá lá, intacto na estante. Por que? Porque é um livro enorme e eu sempre fico com aquela dúvida: "será que vai dar tempo de terminar de ler?".
    Enfim, vou seguir a sua dica. Será um dos meus próximos livros. Decidi. :D

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  15. Ei Caline!

    Eu gostei muito do livro, mas ele ainda não está entre os meus preferidos da autora.
    É legal esta parte de drama que ela insere na história, mas confesso que ela me conquista nas partes engraçadas.

    O que era aquele vizinho da Lola? Eu não aceitei aquilo...kkk

    Eu também gostei mais da Grace.

    Agora só falta o novo dela para eu ter lido todos os que saíram no Brasil.

    Bjins

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.