Anna e o Beijo Francês - Stephanie Perkins

Título Original: Anna and the French Kiss
Data de Publicação: 2011
Número de Páginas: 288
Editora: Novo Conceito
Classificação:






Anna Oliphant tem grandes planos para seu último ano em Atlanta: sair com sua melhor amiga, Bridgette, e flertar com seus colegas no Midtown Royal 14 multiplex. Então ela não fica muito feliz quando o pai a envia para um internato em Paris. No entanto, as coisas começam a melhorar quando ela conhece Étienne St. Clair, um lindo garoto - que tem namorada.Ele e Anna a se tornam amigos mais próximos e as coisas ficam infinitamente mais complicadas. Anna vai conseguir um beijo francês? Ou algumas coisas não estão destinadas a acontecer?


Anna e o Beijo Francês é um romance adolescente fofo, que fala sobre amizades, amores, decepções e principalmente sobre maturidade e as mudanças que às vezes a vida nos impõe. Apesar da história fofinha, o livro não me conquistou como aconteceu com a maioria dos leitores e até agora eu ainda estou tentando encontrar o ingrediente que deixou tanta gente apaixonada.

Étienne e Anna formam um casal lindo e completamente apaixonante não tem como negar, o problema é que eles passaram tão pouco tempo sendo um casal de verdade que quase nem deu pra curtir o que seria a parte mais linda do livro.
O relacionamento entre os dois se tornou uma sucessão de encontros e desencontros, muitos desacertos, e eu fui perdendo o gosto de torcer para que enfim eles ficassem juntos. Os melhores momentos entre eles eram os passeios pelas ruas de Paris, as idas ao cinema, o clima boêmio da famosa cidade luz, quando eles pareciam ser apenas dois amigos se divertindo, sem tantos problemas e sem toda aquela tensão emocional para ficarem juntos como um casal.

Sinto falta de Paris, mas lá não é minha casa. É mais algo do tipo sentir falta... disso. Desse calor pelo telefone. É possível que lar seja uma pessoa e não um lugar? Bridge costumava ser meu lar. Talvez St. Clair seja meu novo lar.
Eu nunca poderei dizer a ele, mas é verdade.
Isto é estar em casa. Nós dois. Juntos.
P.195

Anna é uma adolescente bem diferente das Noras, Bellas e outras adolescentes chatinhas que encontramos nos YA's. Ela é inteligente, forte, decidida e divertida; aceitou de forma bastante corajosa a imposição de seus pais de morar em um país desconhecido, longe dos seus amigos e de tudo que ela mais amava; abriu mão de um amor para ter um amigo e percebeu quando precisava voltar atrás e pedir perdão. Ela merecia bem mais de Étienne e sinceramente teve alguns momentos que tudo que eu desejei era que ela encontrasse alguém legal de verdade e que estivesse disposto a ficar com ela sem tantas complicações.

Eu o sinto chegar, mas não tem como evitar. Pânico. Eles me deixaram. Meus pais realmente me deixaram! Na França!
P.11


Étienne é lindo, inteligente, culto e tem um cabelo que deixa todas as garotas louquinhas, principalmente a Anna, mas apesar de tantas qualidades apaixonantes, seus defeitos sobrepujaram tudo isso e me irritaram profundamente. Até o meio do livro tudo ia bem, parecia que as coisas iriam deslanchar e os dois teriam um relacionamento perfeito, mas o surgimento de alguns problemas familiares fez com que ele se tornasse um garoto carente, inseguro, com medo de abrir mão do antigo relacionamento - mesmo estando apaixonado por Anna.
Em alguns momentos ele conseguiu ser tão fofo, mas tão fofo que eu quase esquecia suas crises de personalidade - quando ele ficava taciturno e chatinho - e passava a amá-lo com todo meu coração. Mas os momentos de fofura passavam e ele voltava a ficar todo "estranho" de novo.

Para: Anna Oliphant
De: Étienne St. Clair
Assunto: Salvando você

Estou me teletransportando para Atlanta. Eu estou te pegando e iremos para algum lugar onde nossas famílias não possam nos encontrar. Levaremos Seany. E o deixaremos correr várias vezes até que ele se canse, e então eu e você vamos dar uma volta. Como no Dia de Ação de Graças. Você lembra? E vamos falar sobre tudo menos nossos pais... ou talvez nós nem precisemos falar. Nós só andaremos. E continuaremos andando até que o resto do mundo deixe de existir.


Anna e o Beijo Francês é um romance lindinho, nada mais que isso. Terminei a leitura com uma sensação de que o livro tinha tudo pra ser perfeito e ficou apenas na categoria "legal". Além disso, a péssima tradução e revisão do livro foram fatores que fizeram perder ainda mais pontos comigo. São tanto erros que em alguns momentos chega a comprometer o bom andamento da leitura.
O texto ficou meio confuso. As falas dos personagens se misturavam em um parágrafo só e eu nunca sabia quem falava o que. Além disso, também não existia separação entre a narração, a falas do personagem e o que eles estavam pensando. Muitas vezes eu pensava: "O que??? Sério que ele (a) falou isso?", mas na verdade eram apenas os pensamentos misturados com os diálogos.
Essa confusão me irritou bastante e posso afirmar com toda certeza que foi um fator importantíssimo para que eu não gostasse tanto assim do livro.

Vocês podem estar pensando que eu não gostei do livro, eu gostei mas não da forma que aconteceu com a maioria das pessoas, ou que eu esperava gostar. Foi uma leitura agradável - com alguns contratempos.
Mas a verdade é que se você está procurando uma leitura leve, divertida e cheia de clichês, Anna e o Beijo Francês é o livro certo. Só uma dica: não crie tantas expectativas, principalmente com relação à Étienne, dessa forma se ele não for como você imaginava o livro não vai se tornar uma grande decepção.

9 comentários:

  1. Esta é a primeira resenha "não completamente apaixonada" que vejo. Sabe que, nesses casos, minha vontade de ler aumenta? Porque sempre acho que vou odiar os livros que todo mundo ama, então acabo não lendo.

    Como eu disse ontem no Twitter, quero ler em inglês, pois, por mais que eu ame a Novo Conceito, sou chata demais pra pegar um livro que gera tantas reclamações dos leitores.

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Oi Caline,

    Ah eu amei este livro, me encantei pelo enredo e pelos personagens. Mas você tem razão sobre os erros, isto me irritou muito durante a leitura.

    bjos

    ResponderExcluir
  3. Eu só não mais esse livro completamente por causa da tradução. Esses erros de separação de fala e pensamento me irritaram e confundiram também...
    Mas eu amei todas as personagens. As vezes achei um ou outro meio chatinho, mas o livro é tão fofo, que nem foi relevante.
    Que pena que não se apaixonou como quase todos nós..

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Anna e o Beijo Francês está na minha lista a algum tempo e sempre vejo resenhas incríveis dele. Porque todo carinha de livro romântico tem que ter cabelo bonito? UAHUAHUHAUHUA

    Ah, eu até gostei de A Hospedeira sim, como eu disse no final do post. Acho que merece a paciência que tem que ter, porque ele é longo e muitas vezes parado.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  5. Uma pena você não ter curtido tanto, mas creio que foi justamente as expectativas altas. Você esperou uma estória equivalente à cura do cancer e quando não encontrou, ficou decepcionada. Mas eu acho que um personagem não tem que ser legal o tempo inteiro. Quero dizer, ninguém é. Eu mesma sei que tem assuntos/problemas familiares que me deixam bem abalada, com vontade de fechar a cara e ficar imersa nos meus pensamentos. E é dificil abrir mão de um relacionamento de tanto tempo -anos - porque uma pessoa nova surgiu, há alguns meses. Já passei por isso e não é dificil dar o primeiro passo pra essa nova fase. Acho que tô defendendo tanto a estória porque eu fui esperando só um livro leve e acabei me apaixonando, huahua.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Ei Caline!

    Eu achei o romance fofo e fui destas que adorou o livro.
    Mas no geral, a maioria destes YAs e também dos chick-list são assim. O casal sofre, sofre e quando quase termina eles ficam juntos.

    Nossa... nem me fala dos problemas de tradução e revisão.
    Estou perdendo a paciência com isso. A gente paga cara por um livro! É de se esperar que pelo menos estes problemas não aconteçam.

    Será que vc estava com altas expectativas? Pq isso está acontecendo comigo direto. Estou não-amando os livros que todo mundo ama.


    Bjins

    ResponderExcluir
  7. Oiee tá aí um livro que quero muito ler.
    todas resenha só falam coisas boas, mas independente disso.
    Assim que vi a capa me apaixonei.
    Quero esse livro!

    ResponderExcluir
  8. Estou lendo esse livro, estou quase na metade mas não sei pq esse St. Clair não me convence heheh (acho que ele não é meu ideal de perfeição) :p
    Problemas de tradução e revisão me irritam profundamente por dois simples motivos: nós pagamos, e caro, por esses livros e sem contar que tecnicamente são profissionais quem traduzem e revisam os livros... muito ebook por aí da de 10 a 0 para muitos livros de editoras.

    ResponderExcluir
  9. Nossa, eu amo esse livro, e adorei seu post sobre ele, tambem já havia feito um esses dias no meu blog, http://dviciado.blogspot.com.br/ espero que voces visitem e gostem dele!

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.