Antes Que Eu Vá - Lauren Oliver

Título Original: Before I Fall
Data de Publicação: 2011
Número de Páginas: 360
Editora: Intrínseca
Classificação:





Em uma noite chuvosa de fevereiro, Sam é morta em um acidente de carro horrível. Mas em vez de se ver em um túnel de luz, ela acorda na sua própria cama, na manhã do mesmo dia. Forçada a viver com os mesmos eventos ela se esforça para alterar o resultado, mas acorda novamente no dia do acidente. O que se segue é a história de uma menina que ao longo dos dias, descobre através de insights desoladores, as conseqüências de cada ação dela. Uma menina que morreu jovem, mas no processo aprende a viver. E que se apaixona um pouco tarde demais.


Alguma vez você já parou para pensar se suas atitudes interferem na vida de outras pessoas? O quanto suas ações podem fazer mal ou bem a elas?

Sinceramente, eu não. Nem Samantha Kingston, até o dia em que depois de uma festa badalada ela e suas amigas sofreram um acidente de carro e Samantha morreu. Mas a vida lhe dá uma segunda, terceira, quarta... chance e Samantha sempre acorda no dia do acidente e tem a chance de mudar aquele dia. A partir daí acompanhamos o amadurecimento e a tentativa de Samantha de tentar entender os seus erros e consertá-los da melhor maneira possível antes que não existam mais chances, antes que ela vá de vez.

Durante as primeiras "segundas" chances as atitudes dela me irritaram muito. Humilhar pessoas apenas por prazer, estourar os cartões de crédito dos pais, desprezar Kent o menino mais fofo, paciente e carinhoso do universo. Era muita futilidade e maldade em uma pessoa só e cheguei a pensar que ela ter morrido não foi algo tão ruim assim, até chegar exatamente a esse ponto:

Mas antes que comece a me acusar, permita-me fazer uma pergunta: o que fiz foi realmente tão ruim? Tão ruim que eu merecia morrer por isso? Tão ruim que eu mereça morrer assim?
O que eu fiz foi realmente tão pior do que o que todo mundo faz?
É realmente pior do que você faz?
Pense a respeito.
Samantha - P.64
Quem somos nós para julgar o que as outras pessoas fazem de certo ou errado??E nossas atitudes, será que conseguimos ter um bom julgamento sobre elas?

Para nós leitores a perspectiva de acompanhar Samantha vivendo o mesmo dia várias vezes pode parecer monótono, repetitivo e cansativo, mas eu posso afirmar que esse livro passa longe da monotonia. Vivemos o mesmo dia com Samantha e algumas coisas se repetem exatamente como no dia anterior, mesmo assim nada é igual.

Até entender o que realmente está acontecendo, ela continua cometendo os mesmos erros e ainda acrescenta mais alguns a lista, mas depois de perceber que não adianta tentar fugir do seu destino, ela percebe que pode mudar o destino de outras pessoas.

Acompanhar a busca de Samantha para tentar entender o que está acontecedo, sua tentativa de evitar um final que já está escrito, o seu sofrimento ao perceber os erros que cometeu e como eles influenciaram de forma profunda na vida de algumas pessoas e o seu o amadurecimento, foi uma experiência que me marcou muito.

Fale a verdade: você se surpreendeu por eu não ter percebido isso antes? Surpreendeu-se por ter demorado tanto a sequer pensar na palavra - morte? Morrer? Morta? Você acho que eu estava sendo tola? Ingênua? Tente não me julgar. Lembre-se de que somos iguais, eu e você. Também pensei que fosse viver para sempre.
Samantha - P.102

Antes que eu vá de Lauren Oliver é um livro que não pode ser apenas lido, ele precisa ser sentido. O dia-a-dia de Samantha, as amizades, os amores, as festas e curtições, as novas experiências, é algo comum na vida de muitos adolescentes. Tudo isso tornou o livro muito mais real e me levou para dentro da história sem que eu ao menos percebesse.

De repente eu estava me sentindo tão assustada quanto Samantha, estava desesperada para mudar o que aconteceria no final do dia. Esse livro é maravilhoso por nos fazer sentir tudo que ela está sentindo; sofrermos e amadurecermos junto com ela.

Amizades, família, namoros, sexo, drogas e principalmente bullying são temas recorrentes nesse livro, e apesar de alguns desses assuntos parecerem pesados, Lauren conseguiu tratá-los de forma realista mas não chocante.

Quanto ao final eu poderia dizer que é igual a todos os outros dias, ou que pelo menos era isso que eu imaginava, mas nada me preparou para a surpresa do que estava por vir e só ai percebemos a verdadeira razão para que Samantha tivesse outras chances.

Não chorei, mas as marcas que esse livro deixou em mim foram muito mais profundas do que as lágrimas. Ele me fez perceber que nada é definitivo, que a vida é cheia de surpresas e que não sabemos o momento em que não estaremos mais aqui.
Quantas e quantas vezes a vida deve ter nos dados segundas chances que não percebemos? Quantas vezes tivemos a chance de reparar um erro e não percebemos ou apenas não nos preocupamos com isso?? E o mais importante de tudo, você está vivendo a sua vida como se o amanhã não existisse?

Não tenha vergonha de dizer eu te amo, não humilhe ou machuque as pessoas apenas por prazer, coloque os seus pré-conceitos na gaveta, não tenha medo de viver novas experiências (com sensatez é claro!), não tenha de vergonha de admitir seus erros e pedir desculpas por eles. A vida é muita curta e incerta para que não seja aproveitada da melhor forma possível, afinal o amanhã é incerto.
Mas para alguns de nós, há apenas o hoje, e a verdade, é que você nunca sabe quando chegará a sua vez.
Samantha - P.205

9 comentários:

  1. Eu sempre quis ler esse livro, e agora eu fiquei bem mais animada em comprá-lo.
    Achei que tantas chances assim deixariam o livro chato, mas estou vendo que me enganei.

    Amei seu layout novo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Caline!

    Você não pode passar lá no blog dizendo que estão chegando livros para você porque eu surto e fico doida de curiosidade para saber quais são eles!!! O.O hihihi

    Nossa, que bela resenha!
    Baixei o e-book desse livro há algum tempo... Agora você me deixou louca para lê-lo!

    Bjss!! Bom fim de semana! \o/

    ResponderExcluir
  3. Faltou eu dizer que achei o novo visual do blog lindooo!!

    ResponderExcluir
  4. Ei Caline!!!

    Agora eu preciso deste livro para ontem!
    É tão bom quando o livro consegue nos tocar, além de passar uma mensagem importante, né?!

    Quero muito!!!
    Ai meu bolso...

    Bjins

    ResponderExcluir
  5. Oii!!
    Gostei muito da sua resenha, deu pra perceber o quanto esse livro te marcou! Gosto de livos assim, que faz a pessoa refletir e aprender várias lições! ^^
    bjs

    Elidiane - Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  6. Ei Caline,

    Que resenha linda, eu também amei este livro. Me fez pensar muito tbm, e já eu chorei até hehe.

    bjoo

    ResponderExcluir
  7. Oii!
    Eu quero tantooo ler esse livro!! Preciso comprar! :)
    Adorei sua resenha, ficou ótima!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Olha, eu AMEI esse livro, foi acho que a minha melhor leitura do ano passado!
    Mas preciso dizer que Delírio supera Antes que eu Vá, Lauren Oliver sua diva <3
    Beijos,

    Gabriel M. Souza
    World of Carol Espilotro

    ResponderExcluir
  9. Olá! Este livro está na minha listinha faz um tempinho já, assim que puder quero comprar :D

    Gostei muito da resenha!

    Beijos,

    Paula

    http://tribooks.blogspot.com

    @Tri_Books

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.