Longa noite de amor - Anne Mather


Maggie nunca teria ido a Northumberland para ver o ex-marido, se não fosse pela rebelde filha dos dois. Afinal, Neil era a única pessoa que poderia ajuda-la. Só precisava refrear seus sentimentos, para não deixar transparecer quanto Neil fazia falta em sua vida... em seus braços! O passado ainda estava muito vivo na lembrança de Neil. Por isso, a última pessoa que ele queria ver era Maggie, sua ex-mulher. Mas, de repente, ela ressurgiu em sua vida, fazendo-o deseja-la ardentemente outra vez!

Até que fim um romance de banca interessante. Sinceramente não sou muito adepta a esse tipo de leitura, nada contra é claro. O problema é que o livro é pequeno demais e por mais que o enredo seja realmente legal, não dá tempo de se desenvolver o sufiente para tornar o livro algo realmente interessante e com uma leitura SUPER!!!!. Talvez seja por isso que muita gente critica, mas diferente de mim não conseguem fundamentar as suas críticas.

Voltando a minha leitura mais recente, eu realmente gostei desse livro. Até que fim um romance que mesmo sendo pequeno (típico de romances de banca) conseguiu ter um enredo legal.
Maggie e Neil se divorciaram, depois de 10 anos de casamento, por causa de uma suposta traição de Maggie. Na verdade não foi tão suposta assim, mas... não foi algo que ela fez com desejo e vontade, se assim posso dizer. Cinco anos depois de divorciados sem se verem durante todo esse tempo, Maggie resolve procurar Neil para pedir ajuda para controlar a filha rebelde dos dois. Já dá pra imaginar o que acontece quando eles se reencontram...

Falando dos personagens...
...a Maggie até que foi resistente, na medida do possivel é claro, ao charme e as tentativas de sedução de Neil. Uma ressalva para a "língua afiada" dela. Nossa, ela dava cada resposta irônica ao Neil que ele procurava um buraco no chão pra enfiar a cabeça e não achava, rsrsrsrsrsrs. Apesar de que em certos momentos, eu preferi que ela tivesse engolido a língua para não falar nada do que abrir a boca e soltar aquelas tiradas irônicas dela em momentos inoportunos,
... Jackie, irmã de Maggie,era super-hiper-mega venenosa, invejosa e tudo mais que existir de ruim com "osa". Quem mulher horrível. Ninguém merece uma irmã daquela. Amargurada com o próprio casamento, fracassado por sinal, e ainda querendo destruir o relacionamento fragilizado que a Maggie estava tentando reconstruir junto com o Neil,
... o Neil até que tentou ser durão, mas apesar de querer tratar Maggie com distanciamento e indiferença, os sentimentos adormecidos falaram mais alto e as entrelinhas da histórias mostrarm que ele na verdade era um homem romântico e carinhoso.

É uma boa distração...
Então, Boa Leitura!!!

1 comentários:

  1. Acho que eu já li esse livrinho... estou me lembrando pela capa...

    Bjs

    ResponderExcluir

Participe do blog... Deixe seu comentário!!!
Sua opiniões, idéias, sugestões... são muito importantes para mim.
Um xero!
P.S: Comentários anônimos não serão aceitos!!!

 
Mundo de Papel © Tema base por So Kawaii. Tecnologia do Blogger.